Notícias / Esportes

30/10/21 às 19:33 / Atualizada: 30/10/21 às 19:43

Estudantes de 12 a 14 anos representam Mato Grosso nos Jogos Escolares Brasileiros

Delegação mato-grossense é composta por equipes e atletas campeãs nas competições escolares estaduais realizadas pela Secel

Cida Rodrigues | Secel-MT

AguaBoaNews/Cuiabá

Imprimir Enviar para um amigo
Estudantes de 12 a 14 anos representam Mato Grosso nos Jogos Escolares Brasileiros

Atletas de Nova Mutum disputam a ginástica rítmica no primeiro dia do evento

Foto: Divulgação JEB's

Depois de garantir os títulos de campeões nos Jogos Escolares Mato-grossenses, os estudantes de 12 a 14 anos representam o Estado nos Jogos Escolares Brasileiros (JEB’s) a partir desta sexta-feira (29.10), no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro (RJ). O evento prossegue até a próxima sexta-feira (05.11).

Com disputas de modalidades coletivas e individuais, a competição conta com representantes das 27 unidades da Federação. A delegação de Mato Grosso é composta por equipes e atletas vencedores nas competições escolares estaduais realizadas pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), que também organizou a participação mato-grossense na fase nacional.

“A expectativa de resultados é muito boa, conseguimos trazer nossos melhores atletas nessa faixa etária. Valeu a pena todo o esforço para realizar os Jogos Escolares neste ano em Mato Grosso e garantir essa boa representação por aqui”, relata o coordenador de Eventos Esportivos da Secel, Adriano Augusto de Oliveira.

Nas disputas de modalidades coletivas, o Estado é representado por equipes masculinas e femininas de escolas públicas e privadas dos municípios de Sorriso e Nobres (futsal), Ipiranga do Norte e Sorriso (handebol), Nova Mutum e Querência (basquete), Primavera do Leste (vôlei), Primavera do Leste e Campo Verde (vôlei de praia). 

Nas modalidades individuais, os estudantes mato-grossenses disputam medalhas em  atletismo, judô, natação, tênis de mesa, xadrez, karatê, wrestling, ginástica rítmica, badminton, ciclismo e taekwondo. Os atletas classificados para os Jogos Escolares Brasileiros nessas modalidades são de variados municípios do Estado. 

“Os jogos escolares fazem parte da formação de nossos jovens atletas. É um evento que traz oportunidades de desenvolvimento esportivo e saudável. Por isso nos sentimos realizados por conseguir retomar a competição em Mato Grosso neste ano e, agora, por estar aqui na competição nacional mostrando nossa força no esporte escolar”, destaca o secretário adjunto de Esporte e Lazer da Secel, Jefferson Carvalho Neves.

A competição nacional

Os Jogos Escolares Brasileiros são organizados pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), em parceria com a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania. Com disputas oficiais em 17 modalidades, o evento reúne quase sete mil pessoas de 29 de outubro a 05 de novembro. 

A competição nacional de desporto escolar está sendo retomada após um intervalo de 17 anos. Nesse período, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) ficou responsável pelas etapas nacionais dos Jogos Escolares da Juventude, que envolvia estudantes das categorias A (de 15 a 17 anos) e B (12 a 14 anos).

Quinze das 17 modalidades terão como palco o Parque Olímpico da Barra, criado para abrigar a maioria das competições dos Jogos Rio 2016. As provas de atletismo serão no Cefan, instituição da Marinha do Brasil reformada para os Jogos Rio 2016, e o basquete na Arena da Juventude, construída no Complexo Olímpico de Deodoro.

Em função de decreto editado pela Prefeitura do Rio de Janeiro, a competição poderá ter público até o limite de 50% da capacidade das arenas e os torcedores precisam apresentar esquema vacinal completo. 


Divulgação JEB’s
Heloisa Tombini: ginástica rítmica (MT)

Divulgação JEB’s
Manu Sambati: ginástica rítmica (MT)

Divulgação JEB’s
Maria Fernanda Kreibich: ginástica rítmica (MT)

Divulgação JEB’s
Júlia Pilonetto: ginástica rítmica (MT)

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Luciano Vacari

Da enxada ao touch

Desde os anos 70 no Brasil, o agro brasileiro vem se desenvolvendo cada vez mais aliado com a ciência e a tecnologia, prova disso é a expansão da fronteira agrícola, a qual levou a soja ao cerrado, um bioma não...

 
 
 
 
Sitevip Internet