Notícias / Água Boa

28/10/21 às 07:19 / Atualizada: 28/10/21 às 19:12

Ari Pacheco é condenado a 29 anos e 9 meses de reclusão

Ari Pacheco é condenado a 29 anos e 9 meses de reclusão

Foto: Divulgação

Ari Pacheco Pereira, 53 anos, foi condenado a 29 anos e 9 meses de reclusão  acusado de ter matado a tiros Delci Weissheimer o Laco fotógrafo.

A setença foi proferida por volta das 10hs da noite desta quarta-feira 27 de outubro, pelo juiz Dr. Jean Louis Maia Dias que presidiu a seção do juri.

Ao Água Boa News a filha da vítima Karina Weissheimer disse que a Justiça foi feita. "Nós sempre confiamos na Justiça e no juri. Saímos de lá muito felizes com a cabeça erguida. Porque a Justiça foi feita 'Deus é Fiel'. Agora graças a Deus  vamos fazer uma viarada de página nas nossas vidas eu e minhas filhas, e continuar sempre trabalhando com honestidade como meu pai sempre ensinou".

O crime ocorreu no dia 18 de dezembro de 2.019, em uma chácara às margens da lagoa dos Buritis, na cidade de Água Boa.

Ari Pacheco foi preso horas após o crime, na MT-326 trecho que liga Água Boa com Cocalinho.

Ele confessou o crime na época, dizendo ter sido vítima de agressões anteriores por parte de ‘Laco’.

Atuou na defesa do réu, o advogado de Barra do Garças, Dr. João Rodrigues Souza. A acusação foi realizada pelo  promotor Dr. Luis Alexandre Lentisco, com a presidência do juiz Dr. Jean Louis Maia Dias.


Matéria sobre o crime

Fotografo morre assassinado em chácara no bairro Industrial em Água Boa; ex-genro suspeito do crime foi preso

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet