Notícias / Governo de MT

01/04/20 às 16:29

Construção de pontes vai beneficiar municípios e estimular economia de MT

Empréstimo para realização das obras, no valor de até R$ 550 milhões, foi aprovado pela Assembleia Legislativa.

Karine Miranda | Sinfra-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Construção de pontes vai beneficiar municípios e estimular economia de MT

Construção de pontes vai beneficiar municípios e estimular economia de MT

Foto: Secom-MT

Todas as regiões de Mato Grosso serão beneficiadas com o programa de construção de pontes e obras de infraestrutura que será realizado pelo Governo do Estado, com recursos oriundos de empréstimo a ser contraído junto à Caixa Econômica Federal (CEF), no valor de até R$ 550 milhões. A operação de crédito foi autorizada pela Assembleia Legislativa durante sessão ordinária nesta quarta-feira (01.04).

Os deputados estaduais aprovaram, em duas votações, o Projeto de Lei nº 217/2020, que autoriza a contratação do empréstimo na linha de crédito do programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa). O empréstimo terá juros de até 5,7% ao ano e prazo de amortização de 96 meses, com carência de 24 meses.

Com parte dos recursos, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) vai construir 57 pontes de concreto em diversas rodovias estruturantes do Estado. Dentre elas, as MTs 100, 110, 130, 140 e 220, por exemplo. Assim, as obras contemplarão todas as regiões de Mato Grosso e, por consequência, beneficiarão todos os mato-grossenses, informou o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira.

“Mato Grosso é um estado cuja logística precisa ser melhorada. É inadmissível que o Estado continue com suas pontes de madeira e estradas não-pavimentadas, sem manutenção. Essas obras vão melhorar muito a logística, com a retirada das pontes que causam sérios acidentes, encarecem o frete e desanimam o produtor. Além disso, vão melhorar a vida do cidadão que precisa circular pelo Estado e dos moradores do interior, que vão pagar preços mais baratos por inúmeros produtos”, disse.

Além da construção das pontes, o recurso do empréstimo será destinado para aquisição de máquinas e equipamentos, como moto niveladora, pá carregadeira, escavadeiras hidráulicas e pranchas para a manutenção de rodovias não-pavimentadas.

Também serão adquiridos bueiros metálicos, aduelas de concreto e 750 conjuntos de vigas metálicas e lajes de forma pré-moldadas. O conjunto de materiais e insumos atenderá à demanda dos municípios por obras de arte especiais, tanto nas rodovias estaduais, quanto em rodovias municipais.

“Esses equipamentos vão melhorar e muito a manutenção das rodovias não-pavimentadas, para que possam atender o direito de ir e vir do cidadão, garantir a segurança do transporte escolar e intermunicipal e no escoamento da produção”, disse o secretário Marcelo de Oliveira.

Recuperação da economia

O secretário ressaltou ainda a importância econômica da execução dessas obras, que devem ser iniciadas somente após a assinatura do contrato do empréstimo, em um prazo de até 90 dias. Isto porque, segundo o secretário, a realização das obras vai auxiliar na recuperação da economia de Mato Grosso, que deve sofrer com os efeitos do avanço da pandemia do coronavírus (Covid-19).

“Essas obras devem começar depois de passado o pico de contágio do coronavírus. Quando executadas, vão gerar mais ISS para os municípios, gerará o ICMS para Mato Grosso e haverá a movimentação dos recursos dentro do Estado, com a geração de empregos e aquecimento do comércio das regiões, por exemplo”, disse o secretário.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Não temos para onde fugir

            Neste momento de dificuldade que estamos todos passando e que o maior atingido na insegurança é o rico, pois que este além de sentir o pavor eminente da tristeza...

 
 
 
 
Sitevip Internet