Notícias / Curiosidades

13/03/20 às 20:55

Meus pêsames: como ter bom gosto e mandar uma mensagem bonita em um momento difícil?

Luana Biral

Agua Boa News

Imprimir Enviar para um amigo
Formular pêsames e comunicar sentimentos aos entes queridos de um falecido é um sério obstáculo para a maior parte das pessoas. Afinal de contas, é um aprendizado absolutamente subjetivo. É uma etiqueta que varia conforme regiões do país e até mesmo entre famílias é difícil.

Para piorar, não é possível encontrar bons professores e métodos especializados num conhecimento desses. O negócio é tentar deixar a mensagem o mais clara possível, sem grandes margens para más interpretações.

Qual a maneira melhor de registrar o sentimento de estima por alguém do que cumprimentar o ente querido (“meus pêsames”) e oferecer um cartão comunicando com maior profundidade essa mensagem?

Com essa proposta em mente, elaboramos três tópicos para elaborar e enviar uma nota de falecimento elegante.


Pense com cautela no texto

A regra de ouro para redigir uma boa nota de falecimento e afins é manter a discrição. O que você fala quando encontra alguém num velório? Geralmente, mantém uma expressão neutra ou tenta não desabar de chorar.

Em seguida, cumprimenta de maneira cordial, não tão íntima – um aperto de mão e um abraço demorado, se tiver proximidade com a pessoa.

Nesse contexto, geralmente são faladas algumas poucas frases. Ninguém espera originalidade nesse momento dos pêsames, então não é um problema falar uma delas ou utilizá-las no cartão:
  • Meus pêsames
  • Sinto pela sua perda
  • Você está em meus pensamentos
  • Conte comigo para o que precisar
Caso queira desenvolver algum pensamento mais pessoal no cartão, pode ser interessante mencionar detalhes interessantes de sua relação com a pessoa falecida ou uma anedota que exiba seu respeito, bom relacionamento ou memórias afetivas pelo finado.

Mais do que isso, costuma ser um excesso. Há ferramentas na internet como o Adobe Spark que podem ajudar nesse momento, com alguns modelos de notas de falecimento que podem ser personalizados.


Imagens apropriadas

Se você estiver elaborando um cartão de falecimento por conta própria, já está largando na frente de qualquer pessoa que compre um cartão numa loja.

Obviamente, não se trata de uma competição. O que acontece, em todo caso, é que um cartão personalizado sempre tem mais valor para quem recebe do que um cartão feito por outra pessoa ou por uma empresa.

Para não errar no tom da imagem, há alguns padrões comuns, que podem ser seguidos:
  • Flores – arranjos florais e buquês
  • Flores – natureza silvestre
Arranjos florais e buquês evocam a cerimônia do velório, que costuma ser formal e delicada, mas ainda assim bela. Já exemplares da flora ao natural são imagens um tanto mais melancólicas, mas também bonitas.

Alguns exemplos de flores tipicamente associadas ao contexto fúnebre são:
  • Lírios
  • Crisântemos
  • Dentes-de-leão
No campo dos animais, há poucas opções interessantes. As flores e plantas são ideais porque parecem desprovidas de vida, são silenciosas. Ninguém quer um cartão com um cão ou um leão num contexto de enterro. Essa é exatamente a situação em que um animal só poderia atrapalhar. Animais ligados à morte, como morcegos, raposas, lobos e escorpiões também não ajudam.

No entanto, pássaros, libélulas e vaga-lumes evocam aspectos bucólicos interessantes, que podem complementar a imagem das flores. As libélulas e os vaga-lumes estão associados a lagos, a vivências silenciosas na natureza e à luz na escuridão.

Já os pássaros, como a pomba branca, muitas vezes têm conexão com a imagética cristã ou religiosa. Por isso, cabem na tradição.

Por fim, temas religiosos e imagens que prometem algo que vai além da vida (como o sol, a lua e as estrelas) também não destoam quando inseridos na decoração de um cartão desses.


A entrega

Cartões são entregues em ocasiões especiais. Infelizmente, o falecimento de alguém querido é uma ocasião especial apenas no sentido em que não é todo dia que uma tragédia dessas acontece.
Há duas variáveis para uma entrega apropriada da nota de falecimento aos entes queridos de quem morreu – o tempo e a situação.

Com relação ao tempo, basta não esquecer do ocorrido e enviar o cartão, além de se certificar de que está enviando a mensagem pouco tempo depois do falecimento.

Quanto à situação da entrega, há mais variações possíveis. A nota pode ser posta num envelope e entregue juntamente com flores e algumas palavras de pêsames.

Esse é o cenário ideal, pois você terá comparecido no velório da pessoa, e a presença física é o que transmite o apoio moral a quem tem que arcar com os encargos materiais e afetivos da morte.

Caso não consiga ou não queira comparecer pessoalmente no cemitério, é de bom tom enviar por correio a mensagem, preferivelmente com flores.

No corpo do cartão, a mensagem pode ser um pouco mais desenvolvida, já que você não esteve presente. Ou então mantenha simples e objetivo, como já comentamos, caso tenha medo de falar besteira ou não tenha tanta intimidade com os receptores da mensagem.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - 'Destino da Terra e causas das misérias humanas'

“Admira-se de encontrar sobre a Terra tanta maldade e más paixões, tantas misérias e enfermidades de toda a sorte, concluindo-se quão deplorável é a espécie...

 
 
 
 
Sitevip Internet