Notícias / Internacional

27/12/19 às 17:13 / Atualizada: 27/12/19 às 17:24

Avião cai no Cazaquistão e mata 15 e fere mais de 60 entre passageiros e tripulantes

RTP (emissora pública de televisão de Portugal)

Via Agência Brasil

Imprimir Enviar para um amigo
Avião cai no Cazaquistão e mata 15 e fere mais de 60 entre passageiros e tripulantes

Equipes de socorro trabalham no local em que caiu o Fokker, no Cazaquistão.

Foto: REUTERS/Pavel Mikheyev

Um avião chocou-se hoje (27) contra um edifício de dois andares em Almaty, no Cazaquistão, provocando a morte de 15 pessoas e ferindo mais de 60. O aparelho, um Fokker 100, levava 100 pessoas e o acidente ocorreu logo após a decolagem.

Equipes de socorristas já se encontram no local prestando auxílio aos sobreviventes.

No início da manhã, o avião da empresa Bek Air, número Z92100, saiu do aeroporto da cidade de Almaty com destino a Nur-Sultan. No aparelho estavam 93 passageiros e cinco tripulantes.

De acordo com o Comité de Aviação do Cazaquistão, o avião começou a perder altitude logo depois de ter levantado voo. Ele bateu em um muro e, logo depois, em um edifício de dois andares. O acidente provocou a morte de pelo menos 15 pessoas.

Logo depois do acidente vários socorristas foram ao local da tragédia para atender os sobreviventes. Na localidade da tragédia, soldados criaram um cordão de isolamento.

Em declarações ao site Tengrinews, um dos sobreviventes descreveu o ambiente dentro do avião antes do acidente. Ele disse ter ouvido “som horrível” antes de o aparelho ter começado a perder altitude. O avião começou a voar de forma inclinada, antes de perder altitude.

Os passageiros, segundo relatos, começaram a gritar e a chorar temendo pelo pior.
 
The Fokker 100 aircraft with tail number UP-F1007, operated by Bek Air, is seen on this picture taken in Almaty, Kazakhstan June 8, 2018. Picture taken June 8, 2018. REUTERS/Damir Kagarmanov
O Fokker que caiu, número UP-F1007, da Bek Air, é visto nesta foto em Almaty, Cazaquistão, no dia 8 de junho de 2018.  REUTERS /Damir Kagarmanov/Direitos Reservados
 
Depois de ter tido conhecimento do acidente, o governo cazaque ofereceu as condolências às famílias enlutadas e afirmou que os responsáveis “serão severamente punidos de acordo com a lei”.

O presidente Kassym-Joamrt Tokayev anunciou que o acidente vai ser alvo de uma investigação governamental. Todos os voos previstos no Cazaquistão com os aparelhos Fokker 100, da Bek Air, foram suspensos em razão da tragédia.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - 'Pessoas de lua'

Quantas vezes nos deparamos com pessoas que podem ser colegas de trabalho ou até parentes e residentes na mesma morada que dizem: “hoje eu não estou nos meus dias”; “hoje não estou...

 
 
 
 
Sitevip Internet