Notícias / Internacional

14/03/18 às 08:32

Exemplo de Honestidade - Depois de devolver R$ 24 mil achados na rua, jovem argentino ganha bolsa para voltar à escola

Guillermo Torres, de 26 anos, achou dinheiro e cheques em agenda que um motoqueiro deixou cair na rua, na Patagônia; sua honestidade para buscar o dono viralizou e foi recompensada.

Edição: Clodoeste 'Kassu' AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Exemplo de Honestidade - Depois de devolver R$ 24 mil achados na rua, jovem argentino ganha bolsa para voltar à escola

Gullermo Torres (esq.) com Gastón Contardi, secretário-geral do Faena, fundo que ofereceu ao jovem uma bolsa de estudos para completar o ensino médio

Foto: Divulgação/Faena

A honestidade de um jovem de 26 anos foi recompensada na Argentina. Na semana passada, Guillermo Torres, morador de Neuquén, cidade na Patagônia, viu quando uma agenda caiu de um moto em movimento e, depois de tentar em vão alcançar o motoqueiro, decidiu publicar no Facebook uma foto para buscar o dono. O motivo: a agenda continha mais de R$ 24 mil, em dólares, pesos argentinos e cheques.
 
Em entrevista ao site local LM Neuquén, Guillermo contou que nunca havia visto tanto dinheiro junto, mas, mesmo endividado e tendo que abandonar a escola porque não poderia pagar, e precisava ajudar a família, jamais pensou em ficar com o valor.
 
"Muitos me diziam para ficar com o dinheiro, inclusive, tenho umas dívidas a pagar e me cairia bem, mas minha família me ensinou a devoltar o que não é meu", disse ele ao site.
 
Mas, para encontrar o dono, ele levou bastante tempo. Primeiro, avisou seu chefe na churrascaria em que é assistente de cozinha que chegaria mais tarde ao trabalho. Depois, foi até um banco tentar saber se era possível achar alguma informação a partir dos cheques, mas sem sucesso.
 
Quando voltou para casa, decidiu usar o Facebook e anunciou a perda em um grupo de compra e venda de artigos em Neuquen.
 
A ideia deu mais ou menos certo, já que, segundo Guillermo contou ao site, muitas pessoas de má-fé tentaram se aproveitar da situação. Além de pessoas tentando convencê-lo de que eram as reais donas da agenda, ele diz que recebeu ofertas de pagamento caso ele entregasse o dinheiro a elas.
 
Por fim, porém, ele descobriu a origem da agenda perdida: uma empresa petrolífera.
 
Recompensas
 
Logo que concluiu a boa ação, Guillermo já recebeu sua primeira recompensa: a empresa lhe pagou 2 mil pesos argentinos, o equivalente a R$ 320. Com o dinheiro, o jovem quitou suas dívidas de celular.
 
Nesta semana, porém, ele recebeu mais duas boas notícias. Uma delas foi um telefonema de Mauricio Macri, presidente da Argentina.
 
"Durou quatro minutos. Atendi o telefone e me dizem que são do 'protocolo da presidência'. Achei que era uma piada", contou Guillermo ao LM Neuquén. "Ele [Macri] me disse que, quando vier a Neuquén, vai passar pela churrascaria, e que o país precisa de gente como eu."
 
Mas a melhor recompensa de todas, segundo ele, foi uma bolsa para voltar à escola e terminar os estudos, que ele abandonou faltando cerca de um ano para conseguir o diploma.
 
O Fundo de Altos Estudos para a Nova Argentina (Faena) anunciou, nesta terça-feira (13), que deu ao jovem uma bolsa completa da fundação para finalizar seus estudos. De acordo com o LM Neuquén, Guillermo poderá estudar a distância, com material digital e a ajuda de tutores, e fazer os exames para conseguir o diploma equivalente ao nível médio na Argentina.
 
Anúncio da bolsa foi feito oficialmente nesta terça-feira (13) (Foto: Reprodução/Facebook)
Anúncio da bolsa foi feito oficialmente nesta terça-feira (13) (Foto: Reprodução/Facebook)
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

As mulheres da minha vida

Thomires era o nome da minha avó paterna.  Descendente de franceses, tinha a pele muito alva e os olhos azuis claros, que lembravam o mar. O louro esbranquiçado do seu cabelo remetia-me aos das minhas bonecas. Adorava admirar o...

 
 
 
 
Sitevip Internet