Imprimir

Imprimir Notícia

04/04/24 às 11:25 | Atualizada: 04/04/24 às 11:34

Hospital Santa Casa - 'Agora temos um espaço mais amplo e acolhedor para atender as crianças', afirma governador

O governador Mauro Mendes ressaltou, nesta quarta-feira (04.04), durante a inauguração do novo pronto atendimento infantil do Hospital Estadual Santa Casa, que a reforma garantiu um espaço mais amplo e acolhedor para as crianças. A entrega contou com a presença da madrinha da nova ala pediátrica, a primeira-dama Virginia Mendes.  

Mauro Mendes afirmou que a obra, que teve um investimento de R$ 3 milhões do Governo do Estado, conseguiu ampliar a capacidade de atendimentos diários de 70 para 120. Ele parabenizou a equipe da Secretaria de Saúde (SES) pela boa gestão que tem feito não apenas na capital, mas em todo o Estado. 

“O Governo do Estado assumiu esse hospital em 2019, porque a prefeitura deixou fechar por falta de repasses. Quero agradecer aos servidores da SES pelo trabalho que têm feito frente à Santa Casa e em outras regiões em benefício da população. Os atendimentos nesta unidade não pararam, mesmo com as obras de revitalização, e agora temos um espaço mais amplo e acolhedor. Isso mostra que temos cumprido o nosso papel”, destacou. 

O governador lamentou a situação em que se encontra a saúde de Cuiabá três meses após o fim da intervenção do Estado, quando o Poder Executivo Estadual já havia sanado boa parte dos problemas existentes. 

“O serviço da cidade colapsou novamente. Praticamente não existe atendimento pediátrico nas UPAs. O Estado está trabalhando e procurando alternativas para minimizar o impacto. Espero que o próximo gestor possa restabelecer a ordem na saúde e fazer tantas outras áreas voltarem a funcionar”, disse. 



Mauro relembrou ainda o período em que era prefeito de Cuiabá, entre 2013 e 2016, quando a capital não contava com nenhum hospital estadual e a prefeitura “tocava sozinha” a saúde pública. 

Além da ampliação da ala pediátrica do Hospital Estadual Santa Casa, o governador já entregou 220 novos leitos no Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, bem como a modernização das seguintes unidades: Lar Doce Lar, Rede de Frio, Centro de Atenção Psicossocial Infanto-juvenil (CAPSI) e Superintendência de Vigilância em Saúde. 

O Governo de Mato Grosso também está reformando e modernizando todos os hospitais regionais existentes e o Hospital Adauto Botelho. É também o único estado com seis grandes hospitais em construção: Hospital Central e Júlio Muller, em Cuiabá, e os regionais de Alta Floresta, Juína, Tangará e do Araguaia, em Confresa. Imprimir