Imprimir

Imprimir Notícia

01/08/23 às 10:25

Associados do Sicredi têm R$ 60 bilhões em recursos no Plano Safra 2023/2024

O Plano Safra 2023/2024 começouno dia 1º de julho e segue até 30 de junho do próximo ano. Neste ciclo, os associados do Sicredi em todo o País têm R$ 60 bilhões em recursos para financiar a produção agrícola e pecuária. O valor é 16% maior que o disponibilizado na temporada 2022/2023, com estimativa derealizar 375 mil operações.

Do total de recursos disponibilizados pelo Sicredi nesses estados, a estimativa é que 70% sejam destinados ao custeio da safra e outros 30% para investimentos e comercialização. Além disso, a projeção é conceder R$ 6 bilhões por meio de Cédulas do Produtor Rural (CPR), que tiveram uma demanda expressiva na última safra.

Por público (pequenos, médios e grandes produtores), a previsão é liberar cerca de R$ 705 milhões para a agricultura familiar (recurso 15,1% maior que o destinado na última safra para essa classe de produtores), e R$ 10,867 bilhões para agricultura empresarial (sendo R$ 1,343 bilhão para médios produtores e R$ 9,524 bilhões para os demais), volume 16,2% superior ao previsto na safra recém-terminada.Demais finalidades devem tomar restante dos recursos.

Reconhecido como um importante apoio ao agronegócio brasileiro, por oferecer recursos de forma ágil e assertiva, o Sicredi já começou a ser procurado pelos produtores rurais. Devido à forma de atuação, bem próxima dos associados, tem capacidade de indicar as melhores soluções, adequadas ao momento do produtor, com objetivo de promover a prosperidade dos negócios.

Marco Tulio Duarte Soares, presidente do Conselho de Administração da cooperativa Sicredi Integração Mato Grosso, Amapá e Pará, pontuou que o Plano Safra tem como finalidade, além do fomento à produção agrícola nacional, o incentivo a sustentabilidade, premissa da instituição financeira cooperativa.

“O nosso país é referência mundial no agronegócio por sua produção em larga escala e qualidade dos produtos do início ao fim da cadeia produtiva, cumprindo com o seu propósito que é chegar ao consumidor final, propagando a cultura de respeito e preservação do meio ambiente. O sentimento neste momento é de felicidade, em saber que vamos poder ampliar a cobertura, atendendo um número maior de associados”, afirma.

Marco Túlio acrescenta que, por ter como propósito ‘construir juntos uma sociedade mais próspera’, as cooperativas também estão em localidades desassistidas pelas demais instituições financeiras, o que reforça ainda mais a sua missão.

O Plano Safra 2023/2024 foi lançado na última semana pelo governo federal, quando foram anunciados R$ 364,2 bilhões para o financiamento da agricultura e pecuária empresarial no País. A quantia é 26,8% maior que a destinada no Plano Safra anterior, de R$ 287,1 bilhões.

Antes de solicitar o crédito, o produtor rural associado deve planejar a próxima safra, considerando o que vai plantar, qual a área de cultivo e o orçamento necessário com base na análise de solo e sob orientação técnica quanto ao uso dos insumos e os demais serviços que serão utilizados. Em seguida, é indicado que o associado procure sua agência ou utilize os canais digitais como o aplicativo do Sicredi e o WhatsApp para dar andamento à contratação do crédito.Os recursos do Plano Safra não são limitados aos associados que possuem conta com a cooperativa.

Balanço da Safra 2022/2023

No Plano Safra 2022/2023, as cooperativas do Sicredi nos estados de Mato Grosso, Pará, Rondônia, Acre, Amazonas, Amapá, Roraima e algumas cidades de Goiásliberaram R$ 13 bilhões em recursos para produtores rurais, valor 10,2% superior aos R$ 11,7 bilhões emprestados na safra anterior. A cifra ultrapassou em 30% o volume planejado, que era de R$ 9,9 bilhões. Foram 76.132 operações no ciclo encerrado agora, incremento de 3% sobre o anterior (73.959). Em todo o País, o Sicredi liberou R$ 51,7 bilhões em mais de 308 mil operações, considerando R$ 18 bilhões em CPR.

Nesses estados, a agricultura empresarial contratou a maior parte dos recursos, sendo R$ 2,737 bilhões pelos médios produtores (+8,1% sobre a safra anterior) e R$ 7,611 bilhões pelos grandes produtores (+15,6%). A agricultura familiar foi responsável pela contratação de R$ 2,655 bilhões na última safra.

Do total emprestado pelas cooperativas nessas localidades, a maior parte dos recursos foi para a CPR, cuja finalidade é tanto para custeio quanto para investimento. O valor contratado somou R$ 5,658 bilhões, avanço de 189% sobre os R$ 1,954 bilhão da temporada anterior. Foram mais de 11,4 mil operações.

As contratações para o custeio da produção somaram R$ 4,415 bilhões e para investimento foram destinados R$ 2,930 bilhões. Para comercialização foram emprestados R$ 110 milhões, salto de 60,8%.Nesta temporada, as operações de moeda estrangeira se destacaram. O volume demandado saltou de R$ 691,5 milhões na safra 2021/2022 para R$ 1,531 bilhão na 2022/2023, alta de 121%. O número de operações passou de 258 para 491 de uma safra para outra.

Com esse desempenho, o Sicredi atinge uma carteira de crédito de R$18,9bilhões nesses oito estados, incremento de 44% sobre a carteira verificada no mesmo período do ano passado (R$ 13,1 bilhões). “Para chegar-se aos bons resultados, é necessário o esforço em conjunto, com time comprometido em cada uma das ações, ofertando suporte de áreas técnicas até práticas, de olho na realidade do mercado. Temos um longo planejamento pela frente até a colheita que será no ano que vem”,finaliza.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento de seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. Possui um modelo de gestão que valoriza a participação dos mais de 6,5 milhões de associados, que exercem o papel de donos do negócio. Com mais de 2.400 agências, o Sicredi está presente fisicamente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, disponibilizando mais de 300 produtos e serviços financeiros.

Nos estados de Mato Grosso, Pará Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Amapá, Pará e algumas cidades de Goiás, o Sicredi está presente em 227 municípios e possui 296 agências, para o atendimento a mais de 1 milhão de associados.
Imprimir