Imprimir

Imprimir Notícia

22/06/23 às 18:47 | Atualizada: 22/06/23 às 18:55

Blended learning vs Educação a distância (EAD)

O blended learning é visto como uma das metodologias de inovação mais importantes na educação nos últimos anos, tendo sido acelerado no pós-pandemia.

Dentro do setor educacional, ele destaca-se pela inclusão de tecnologias inovadoras e de novos formatos para a aprendizagem que mesclam o ensino remoto com o presencial.

Para muitos especialistas, esta metodologia de ensino é uma importante alternativa para mudar a educação tradicional como a conhecemos.

Por conta de ser uma metodologia ainda recente, é normal ver muitas pessoas confundirem-se sobre ela e acreditar que trata-se da mesma coisa da educação à distância ou EAD.

Entretanto, há diferenças entre esses dois formatos de ensino e nós iremos mostrar aqui para você como eles funcionam, para que fique claro como se distinguem.

Não deixe de ler o conteúdo até o final para saber tudo sobre o tema!
 

O que significa o blended learning?

O blended learning, que também pode ser chamado de ensino híbrido ou ainda pela nomenclatura educação híbrida, trata-se de um método de aprendizagem ativo.

O principal intuito desta metodologia é promover a união entre os elementos do ensino presencial e do ensino online em um único local.

Esta metodologia tem como diferencial mais importante a valorização do estudante no papel de protagonista, promovendo uma maior autonomia e estimulando-o a praticar o chamado aprendizado colaborativo.

Para que o ensino híbrido possa funcionar adequadamente, é fundamental que ele seja desenvolvido para unificar todo o aprendizado que é obtido através do ensino online e off-line em um só lugar.

Uma forma de exemplificar esta metodologia seria uma combinação entre atividades dentro do ambiente virtual, que representaria a maior parte da rotina do estudante, com aulas presenciais nas quais ele possa tirar suas dúvidas.

Quando falamos sobre o método blended learning, é importante ainda ressaltar que ele pode ser colocado no modelo disruptivo e no sustentado.

O disruptivo, como o nome indica, é aquele no qual se rompe de forma total com o chamado ensino tradicional, ao passo que no sustentado são mantidas características do mesmo.

Veja também: Lousa digital interativa.
 

Vantagens do método blended learning para o aprendizado

A melhor forma de entender o porquê de implementar esta metodologia em sala de aula é conhecer quais são suas vantagens.

O principal fator que conta a favor deste método é que ele traz uma autonomia maior para os estudantes, de modo que eles podem ser responsáveis diretos pelo seu processo de aprendizagem.

Este método incentiva o aluno a interagir com seus professores e com os colegas por meio de debates, em espaços para se tirar dúvidas e mesmo pelos fóruns virtuais, tão comuns hoje em dia nessas plataformas virtuais de ensino.

Um outro ponto importante sobre o blended learning é que ele ajuda a aproximar a tecnologia da sala de aula.

Isso é um aspecto muito importante que traz um interesse maior dos alunos pelo conhecimento, auxilia a desenvolver a criatividade e ainda potencializa a interação e o contato direto com culturas diferentes.
 

Blended learning vs educação à distância (EAD): Qual é a diferença?

Muitas pessoas acabam confundindo a educação à distância com o blended learning, o que claramente é um grande equívoco.

Os dois métodos divergem bastante em relação à frequência dos encontros e a qual é o objetivo deles, pois visto que no caso do ensino híbrido o mesmo não baseia-se somente no compartilhamento de vídeos online ou em encontros virtuais.

Dentro da metodologia EAD, o processo de aprendizagem por inteiro é feito dentro do ambiente virtual, caso de atividades, aulas, exames, fóruns para dúvidas, etc.

Já os encontros que acontecem presenciais são raros, sendo apenas para aplicação de provas finais.

No caso do ensino híbrido ou blended learning, as reuniões de forma presencial ocorrem com uma frequência bem maior, podendo ocorrer pelo menos uma vez ao mês.

Com isso, profissionais da educação de estudantes estão em contato presencial muito mais próximo, o que não ocorre no ensino EAD.

Quando acontecem esses encontros presenciais, as aulas ficam marcadas pela realização de dinâmicas de atividades, exercícios e outras práticas que tragam uma maior humanização na relação entre professor e seus alunos.

Com isso, há um desenvolvimento maior dentro do processo para aprendizagem desses alunos em comparação ao ensino que é totalmente remoto ou à distância.
 
 
Conclusão

Como visto aqui, o blended learning trata-se de uma importante metodologia de ensino que mescla aspectos presenciais e remotos de aprendizagem, o que ajuda a tornar o estudante mais autônomo e a interagir mais com diferentes culturas.

Neste texto, mostramos como funciona esta metodologia híbrida, suas vantagens e ainda explicamos a diferença dela para o ensino à distância, conhecido como EAD, que não tem como foco os encontros presenciais.

O que achou do conteúdo de hoje falando sobre a diferença entre blended learning e a educação à distância?
Imprimir