Imprimir

Imprimir Notícia

21/06/23 às 18:48

Preços do boi sobe no Brasil com queda na oferta

O mercado físico do boi gordo registrou aumento nos preços nesta quarta-feira (21).

Essa tendência de alta deve se consolidar durante o próximo período de virada de mês.

As escalas de abate indicam uma redução na oferta em grande parte do país, assim como os frigoríficos estão com estoques menores em comparação ao mês de maio.

A oferta de animais terminados é menor neste momento e espera-se uma diminuição ainda maior em julho, quando não haverá um grande volume de animais confinados no mercado.

Segundo o analista da Safras & Mercado Fernando Henrique Iglesias haverá uma oferta residual de animais terminados a pasto.

Em São Paulo, capital, a referência para a arroba do boi atingiu R$ 248.

Em Dourados (MS), a arroba foi indicada em R$ 241.

Em Cuiabá, a arroba ficou em R$ 208, enquanto em Goiânia, Goiás, foi indicado o valor de R$ 228 para a arroba do boi gordo.

Em Uberaba (MG), o preço da arroba foi de R$ 227.

Boi no atacado

No atacado, os preços estão estáveis.

De acordo com Iglesias, o ambiente de negócios sugere que há pouco espaço para reajustes, o que é comum durante um período tradicionalmente caracterizado por menor demanda.

Outro aspecto a ser destacado é a competitividade das proteínas concorrentes, especialmente a carne de frango, em comparação com a carne bovina.

Isso é relevante para a parcela da população com menor renda, como assinalado por Iglesias.

O quarto traseiro foi precificado em R$ 18,15 por quilo, mantendo-se estável. O quarto dianteiro teve um preço de R$ 13,30 por quilo, também inalterado. A ponta de agulha foi vendida a R$ 13,00 por quilo, sem alterações.
Imprimir