Imprimir

Imprimir Notícia

31/05/23 às 17:49

Sucesso no Brasil, PIX se aproxima dos 500 mil pagamentos mensais da conta de luz em Mato Grosso

O Banco Central divulgou nesta quarta-feira, que o PIX atingiu 29% de todas as transações bancárias registradas em 2022, contra 16% do total em 2021. O sistema de pagamentos instantâneos supera inclusive o uso de cartões de crédito e débito, além de boletos.
 
Os números que mostram esse sucesso se refletem também na mudança de hábitos em relação a serviços de rotina, como luz e água. De acordo com a Energisa, desde o início do ano mais de 2,12 milhões de faturas foram pagas usando o PIX e a previsão é que só neste mês o PIX seja usado próximo a 500 mil clientes.
 
O PIX foi lançado em novembro de 2020 pelo Banco Central e permite a realização de operações financeiras diversas, como transferências e pagamentos. Em relação a conta de luz, Mato Grosso foi um dos primeiros estados do país com o serviço disponível.
 
Energisa reforça canais oficiais para evitar fraudes
 
Para pagar a conta de energia via PIX, basta o cliente posicionar a câmera do celular para ler o QR Code que fica na parte de baixo da fatura imprensa. Depois é só copiar o código e fazer o pagamento direto no aplicativo da sua instituição bancária na opção PIX/Copia e Cola. O QR Code também está disponível no aplicativo da Energisa.
 
A empresa alerta que é importante conferir os dados antes de fazer a confirmação do pagamento. A coordenadora de recebíveis da concessionária, Maria Alice Antunes, reforça a orientação destacando que Energisa não solicita depósito ou transferência bancária, e no caso dos clientes que possuem débitos com a empresa, a orientação é a mesma: confirmar as informações pelos canais digitais.
 
“Recebeu uma mensagem ou ligação suspeita? Não clique em nenhum link de e-mail ou SMS, não retorne a ligação, não forneça dados pessoais ou bancários, nem efetue qualquer pagamento solicitado. Entre em contato imediatamente conosco por meio desses canais e verificaremos com segurança qualquer demanda do cliente”, enfatiza Maria Alice, acrescentando a importância de as famílias repassarem essas orientações aos idosos. 
 
“Talvez a pessoa esteja com alguma conta de energia atrasada ou solicitou um serviço que demanda custo, e pode ficar em dúvida sobre o contato. Nos procure, seja pelos canais digitais ou até mesmo nas agências de atendimento presencial para que possamos passar todas as informações corretas quanto aos débitos, bem como as orientações sobre o pagamento”, orienta a coordenadora. 
Imprimir