Imprimir

Imprimir Notícia

02/05/23 às 08:06

Com iniciativa da primeira-dama de MT, Governo e Cuiabá Esporte Clube proporcionam a autistas assistirem jogo na Arena Pantanal

O Governo de Mato Grosso, em parceria com o Cuiabá Esporte Clube, proporcionou mais uma vez aos autistas assistirem aos jogos do clube no Campeonato Brasileiro de 2023. A iniciativa faz parte do Programa SER Família Inclusivo, idealizado pela primeira-dama Virginia Mendes. O segundo grupo de beneficiados pela iniciativa assistiram ao jogo do Cuiabá contra o Grêmio neste domingo (30.04) no camarote. 

A seleção dos oitos torcedores e acompanhantes foi realizada por meio de sorteio a partir dos beneficiários cadastrados na Carteira de Identificação do Autista (CIA), emitida pelo MT Cidadão.

Para poder participar do sorteio é preciso ter a Carteira de Identificação do Autista (veja mais abaixo). Beneficiários de todo o estado de Mato Grosso podem participar do sorteio, lembrando que não serão custeados o deslocamento e a hospedagem, tanto do sorteado quanto de seu acompanhante. Apenas serão disponibilizadas as entradas do camarote.

“É muito gratificante ver essa ideia em prática. Até o momento 15 crianças e adolescentes autistas assistiram jogos na Arena Pantanal. O projeto continua com os sorteios organizados pela Setasc com o apoio do Cuiabá. Parabéns a todas as pessoas envolvidas, especialmente à querida senadora Margareth Buzetti por incentivar", disse a primeira-dama de MT, Virginia Mendes. 

A secretária interina de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Grasielle Bugalho, ressaltou o trabalho em parceria entre a Setasc e a Secretaria de Segurança Pública (Sesp), por meio da Rede Cidadã, e o Cuiabá Esporte Clube.

“Pela segunda vez, estamos oferecendo para as pessoas autistas um espaço, dentro da Arena Pantanal, para assistir aos jogos do Cuiabá. Para nós é uma experiência única, uma forma de divulgar a Carteira do Autista, a importância de se ter a carteira, para que os autistas possam acessar inúmeros serviços. Essa sinergia do Cuiabá oferecendo esse espaço e a gente podendo levar esse trabalho para os autistas é muito importante. Essa iniciativa da senadora Margareth Buzetti, com a nossa primeira-dama Virginia Mendes, será aberta para outras pessoas, para que elas possam ter a experiência única de torcer, de saber como funciona uma arena de futebol”, afirmou a secretária.

A senadora por Mato Grosso Margareth Buzetti contou que conversando com a primeira-dama Virginia Mendes, surgiu a ideia de entrar em contato com o Cuiabá e garantir um local adequado para que os autistas pudessem assistir aos jogos.

“Graças a Deus conseguimos realizar. Porque isso é inclusão. É dar a oportunidade a eles de estarem em um ambiente em que os outros estão, mas com segurança, onde podem e conseguem estar”, ressaltou a senadora.

De acordo com Kássio de Souza Rocha, pai do Miguel, além de ser uma ótima iniciativa do Governo de Mato Grosso em proporcionar aos autistas um momento inesquecível, as famílias têm a oportunidade de conhecer umas as outras e trocar experiências. 

"Isso é bom porque a gente vê que não está sozinho. E também é bom para a criança, que mesmo no mundinho delas aos poucos vai interagindo. E eu espero que isso se repita, porque essa inclusão é muito positiva, tanto para os pais quanto para as crianças. O Miguel têm 10 anos e não é a primeira vez que eu trago ele ao estádio, mas a experiência do camarote é outra coisa e nunca imaginamos que poderia acontecer. Está sendo um grande dia para nós", ressaltou Kássio.

Marta Cristina de Oliveira Camargo, mãe do Matheus, de 13 anos, achou a iniciativa significativa em proporcionar este momento, não somente às crianças, mas também aos pais. "É a nossa primeira vez em um estádio e vai ficar marcado na nossa memória. Muitas vezes não conseguimos desfrutar de momentos como este. Achei muito legal isso aqui e ele se sente mais seguro sem a agromeração e o barulho alto. Desejo que o projeto continue por muito tempo ", disse Marta.

Para Fátima Vieira a experiência foi excelente e diferente da primeira vez que levou o pequeno Antônio Jorge, de 3 anos, ao estádio. 

"Estávamos lá embaixo, no meio da multidão e foi muito doloroso. Tivemos que ir embora e até aquele momento, não tínhamos o diagnóstico dele. Mas dessa vez, está sendo totalmente diferente. Ele está alegre, calmo e se sentindo seguro porque até foi lá fora nos bancos e cantou o Hino Nacional que adora", afirmou Dona Fátima. 

Ela ressalta que os pais devem fazer a inscrição para concorrer aos ingressos e participar da celebração, que vai além dos jogos, mas sim um momento de superação, respeito e inclusão dos autistas.


Carteira de Identificação do Autista

O documento, que é uma das bandeiras da primeira-dama, Virginia Mendes, é emitido de forma gratuita pela Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Setasc) e contém informações específicas e qualificadas da pessoa com o transtorno, o contato de emergência e, caso tenha, informações de seu representante legal/cuidador.

O cadastro da CIA, desde setembro de 2022, é realizado pelo aplicativo MT Cidadão, na modalidade digital e ou física (impressa). O prazo para a emissão da carteira digital é de cinco dias, a contar do envio da documentação via aplicativo, análise e aprovação pela equipe da Setasc. Já para a emissão da carteira física, o prazo será de 30 dias.

Para mais informações (65) 98421-4080/(65) 3613-5711 ou o site da Setasc. 
Imprimir