Imprimir

Imprimir Notícia

20/03/23 às 15:43

Policiais penais iniciam edição 2023 do Projeto Agente Mirim em MT

O projeto social Agente Mirim (Agem) de prevenção às drogas inicia as atividades de 2023. A iniciativa, desenvolvida por policiais penais que atuam de forma voluntária nos dias de folga dos plantões, contempla crianças e adolescentes em condições de vulnerabilidade social em Tangará da Serra, Mirassol D’Oeste, Barra do Garças e Campo Novo dos Parecis.
 
Em cada município, a abertura das ações tem data diferenciada. Em Mirassol D’Oeste uma cerimônia realizada na noite de sábado (18.03), com as presenças de populares e autoridades municipais, marcou o início da 2ª edição do programa que, neste ano, vai atender 60 meninos e meninas de 12 a 17 anos. No ano passado, o projeto formou 73 menores, sendo que 14 foram selecionados como monitores e vão auxiliar na formação dos novos Agems de 2023.
 
Coordenador do “Agem” em Mirassol D’Oeste, o policial penal Lindomar de Almeida Coutinho Lira explica que as atividades normais do projeto têm início no próximo sábado (25.03), no período matutino. Ao longo do ano, os inscritos participam de palestras, acampamentos, orientação sobre o funcionamento da bússola, pistas e obstáculos, construção de armadilhas e de abrigo, entre outras.
 
“Nós também trabalhamos com instrução de ordem unida, disciplina, educação moral e cívica. Há também palestras com promotores, delegados, defensores públicos, sociólogos, psicólogos, policiais penais, policiais federais e rodoviários federais, que falam desde ingresso nas carreiras como prevenção às drogas, respeito ao Hino Nacional e aos símbolos nacionais em geral”, disse Lira.
 
Em Barra do Garças, o “Agem”, desenvolvido pela cadeia pública do município, tem como coordenador o policial penal Bruno Henrique Ferreira Marques. Na cidade, a formatura e a cerimônia de abertura das atividades estão marcadas para o próximo dia 31 de março. Por lá, o projeto também teve início em 2022, com a participação de 100 inscritos. Neste ano, serão atendidos 130 meninos e meninas dos sete aos 17 anos.
 
“O projeto no ano passado foi um desafio muito grande para nós da Polícia Penal de Barra do Garças, uma vez que foi a primeira vez que conduzimos um projeto desta magnitude. O projeto busca resgatar valores de cidadania, valores de família, de educação, de prevenção às drogas e diversos outros temas”, destacou. “Para este ano, a expectativa é grande, pois o projeto foi um sucesso em 2022”, completou.
 
Segundo Bruno Marques, o projeto social foi considerado destaque entre os projetos sociais desenvolvidos na cidade em pesquisa realizada pelo Instituto Sonda com os moradores do município. O Instituto Sonda é uma empresa sediada em Cascavel (PR) que faz pesquisa sobre gestores públicos e empresas privadas em território nacional e possui uma unidade em Barra do Garças.
 
Todos os anos a empresa certifica as melhores ideias, empresas e profissionais do município em mais de 100 categorias. A pesquisa é feita por meio de votação do público nas redes sociais da filial da empresa no município.  Os destaques em cada categoria recebem um certificado. 
 
Já em Campo Novo dos Parecis, as atividades estão marcadas para começar no próximo dia 1º de abril próximo. Foi no município que o “Agente Mirim” foi idealizado pela primeira vez pelo policial penal Fábio Aguiar, em 2015. Em Tangará da Serra, a abertura das ações aconteceu no último dia 11 deste mês de março. 
Imprimir