Imprimir

Imprimir Notícia

08/03/23 às 09:06

Área do algodão recebe reajuste no Mato Grosso

Com a semeadura finalizada no estado, foi possível mensurar com mais exatidão os impactos dos preços menos atrativos da fibra e do atraso da semeadura na decisão final do cotonicultor em relação à intenção de área a ser cultivada no ciclo. Dessa forma, a estimativa de área apresentou incremento de 3,65% ante o último relatório, o que totaliza 1,15 milhão de ha, no entanto, o total ainda é 1,93% inferior ao consolidado da safra 21/22.

De acordo com o relatório divulgado pelo Imea, no que se refere à produtividade, essa permaneceu projetada em 278,26 @/ha, 12,27% superior ao registrado na safra passada. Vale ressaltar que fatores ainda incertos podem interferir no rendimento do algodão ao longo do ciclo, como as condições climáticas e ocorrência de pragas e doenças. Por fim, a produção de algodão em caroço ficou prevista em 4,82 milhões de toneladas, 10,04% superior em relação à safra 21/22, pautado pela expectativa de uma melhor produtividade.
Imprimir