Notícias / Agropecuária

17/06/24 às 10:22

Megaleite termina com recordes e já tem data definida para 2025

Evento acontecerá novamente no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte/MG

Larissa Vieira

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Megaleite termina com recordes e já tem data definida para 2025

Foto: Assessoria

Encerrada a 19ª edição da Megaleite no último sábado (15/06), a Associação Brasileira dos Criadores de Girolando já anunciou a data do evento em 2025. Será de 17 a 21 de junho, em Belo Horizonte/MG. A expectativa é de contar novamente com a participação das principais raças bovinas leiteiras no Parque da Gameleira, além de leilões, shoppings de animais, cursos, palestras, competições, além de diversas atrações para todo o público. “A Megaleite é uma vitrine internacional da pecuária leiteira do Brasil que atrai para a capital mineira milhares de visitantes de diversos países, contribuindo para movimentar a economia local. São inúmeros empregos diretos e indiretos gerados na cidade, dezenas de empresas de diversos segmentos envolvidas e muitos negócios fechados ao longo da exposição”, destaca Domício Arruda, presidente da Associação de Girolando, entidade organizadora da Megaleite.

Na edição de 2024, realizada de 11 a 15 de junho, a feira contou com 1500 animais de 160 expositores das raças Girolando, Gir Leiteiro, Holandês, Guzerá, Guzolando, Jersey, Simental e Búfalos. Para o jurado Celso Menezes, um dos profissionais responsáveis pela escolha das grandes campeãs e campeões da feira, a Megaleite retratou a grande evolução da raça nos últimos anos. “A raça Girolando alcançou um alto nível de qualidade genética e está contribuindo para tornar o Brasil mais competitivo no mercado de leite. Tivemos aqui vacas produzindo mais de 100 kg/leite/dia. Com todos os recordes e qualidade dos animais, a Megaleite deixa um recado ao mundo: temos recursos naturais e genéticos que permitirão ao Brasil alcançar a liderança na produção mundial de leite”, destaca Menezes.

O evento registrou dois recordes de produção de leite no Torneio Leiteiro da raça Girolando. A vaca Fanny FIV Kingboy 131 FGS Sapucaia, de propriedade do expositor Fernando Gonçalves dos Santos, bateu o recorde que vinha desde 2015. Ela produziu 306,960 kg/leite, com média de 102,320 kg/leite. Outro recorde foi da vaca jovem Tradição FIV Elixir Santa Luzia, que produziu 268,670 kg/leite, com média de 89,557 kg/leite. De propriedade do expositor José Freire Neto, ela bateu o recorde que vinha sendo mantido desde a Megaleite de 2019. Todos os resultados das competições da feira estão disponíveis no site do evento.

Com cerca de 100 empresas expositoras de vários segmentos da economia e a realização de oito shoppings de animais e leilões, a Megaleite termina com movimentação financeira estimada em R$ 220 milhões. Passaram pelo parque comitivas de vários países, tais como Índia, Colômbia, México, Equador, El Salvador, Costa Rica, Panamá, Bolívia e Venezuela, além de brasileiros de norte a sul do Brasil.

Sobre a Megaleite
Esta é a 19ª edição da Megaleite, que desde 2016 acontece na capital mineira. A feira conta com o patrocínio da Codemge, Governo de Minas e Sicoob Central Crediminas. Apoio institucional do Sebrae/MG, Sistema Ocemg e CNA/FAEMG e a Rádio Itatiaia como Media Partner. O Parceiro Premium é a Alvoar Lácteos e os Parceiros Master são: Allflex, Tortuga, uma marca DSM, Agener União, UCBVET Saúde Animal, Agroceres Multimix, Zoetis, Alta, Genex Brasil, Boehringer Ingelheim, CRV Lagoa, Nutron e Semex. Canal Master: Terraviva; Apoio Master: Bebamaisleite.

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet