Notícias / Governo de MT

22/05/24 às 12:57

Construção da maior ponte de MT valoriza imóveis e atrai investidores para Nova Bandeirantes

Estrutura de mais de 1,3 km eliminará a necessidade da travessia de balsa e desenvolverá economicamente a região

Pollyana Araújo | Secom-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Construção da maior ponte de MT valoriza imóveis e atrai investidores para Nova Bandeirantes

Ponte de mais de 1,3 quilômetro sobre o Rio Juruena será a maior do Estado

Foto: Junior Almeida/Secom-MT

A maior ponte de Mato Grosso que está sendo construída pelo Governo do Estado vai reduzir os custos de transporte para quem tem somente a balsa como meio de transporte terrestre para cruzar o Rio Juruena, entre Nova Bandeirantes e Cotriguaçu, e desenvolver economicamente a região. A melhoria na logística já está atraindo novos investidores, conforme o prefeito de Nova Bandeirantes, César Augusto Périgo. 

“A ponte para nós vai ser a redenção da região. Já é um divisor de águas para o investidor, porque vai encurtar caminho. Estão chegando as traddings, investimentos em armazéns, lavouras. Estão previstos mais dois armazéns, com investimento de mais de 100 milhões de reais. Vamos agora para 30 mil hectares de lavoura esse ano”, afirmou. 

Com investimento estadual de R$ 252,8 milhões, a ponte de 1.360 metros, na MT-208, começou a ser construída pela Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística (Sinfra) em abril de 2023 e a previsão é que seja entregue em 2026.


Atualmente, travessia é feita somente de balsa - Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT

Segundo o prefeito, atualmente, os motoristas pagam valores que variam de R$ 120 a R$ 450 por veículo, dependendo do porte, para atravessar de balsa.

“Além de ser demorado, é caro. Hoje para um caminhão passar custa quase 400 reais. Então, hoje é economicamente inviável para uma empresa investir em soja e gado. De balsa é muito sacrifício, demora e, dependendo do horário que chegar, já não tem mais balsa”, afirmou.


Nova ponte vai agilizar o transporte e reduzir custos - Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT

A balsa faz seis travessias diárias entre Nova Bandeirantes e Cotriguaçu, sendo três para cada destino. Em média, 90 veículos atravessam por dia pelo local. 

A ponte vai interligar as regiões norte e nordeste do Estado. 


Governo também está asfaltando trecho da MT-208 - Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT

Com base nessa prospecção de melhoria na logística, as terras na região já valorizaram. 

“Para nós, já é uma nova história, uma área que valia em torno de R$ 30 mil reais o hectare, hoje vale R$ 150 mil o hectare”, declarou. 

No trajeto da ponte, o Governo do Estado também está construindo outras três pontes, com 50, 30 e 15 metros de comprimento e o asfaltamento de 59 km da MT-208, ligando os municípios da região.

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet