Notícias / Ação Social

30/04/24 às 11:05 / Atualizada: 30/04/24 às 12:12

Ministério Público destina R$ 509 mil a projeto de equoterapia de Campinápolis e Novo São Joaquim

Ana Luíza Anache / MPMT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Ministério Público destina R$ 509 mil a projeto de equoterapia de Campinápolis e Novo São Joaquim

Foto: Assessoria

A Promotoria de Justiça de Campinápolis no vale do Araguaia de MT, destinou R$ 509 mil a um projeto de equoterapia para atendimento de pessoas com deficiência e diversidades intelectuais. Os recursos são provenientes de cinco Termos de Ajustamento de Conduta (TACs) celebrados pelo Ministério Público de Mato Grosso e repassados via Banco de Projetos e Entidades (Bapre) da instituição. 

O projeto, desenvolvido pelo Sindicato Rural da cidade, atende à população dos municípios de Campinápolis e Novo São Joaquim. Os valores destinados serão aplicados no espaço físico para realização das aulas e na contratação de profissionais como psicólogos, fisioterapeutas, assistente social e equitador. A equoterapia consiste em uma terapia que utiliza cavalos como instrumento principal para ajudar no desenvolvimento físico, emocional, social, cognitivo e psicológico de pessoas com deficiência ou necessidades especiais. 

“O Ministério Público de Mato Grosso agradece ao Sindicato Rural de Campinápolis e ao Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) pela parceria no projeto que une a força do agronegócio ao propósito de promover qualidade de vida e desenvolvimento para crianças com espectro autista. A sinergia entre o Ministério Público e o setor agropecuário nos permitirá explorar os benefícios terapêuticos proporcionados pela equoterapia, impulsionando melhorias significativas na coordenação motora, autoestima, autoconfiança e estímulo dos sentidos das crianças e adolescentes com espectro autista no município”, afirmou o promotor de Justiça Fabricio Miranda Mereb.

“Essa colaboração é um exemplo inspirador de como diferentes segmentos podem unir esforços em prol de um bem comum, fortalecendo os laços comunitários e transformando vidas. Juntos, estamos construindo um futuro mais inclusivo e acolhedor para nossas crianças e suas famílias”, acrescentou o membro do MPMT. 

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet