Notícias / Economia

31/08/22 às 10:38

Taxa de desemprego cai para 9,1% em julho, a menor desde dezembro de 2015

Consenso Refinitiv previa que a taxa de desemprego ficaria exatamente em 9,1%; rendimento real habitual voltou a crescer após 2 anos

Por Equipe InfoMoney

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
A taxa de desemprego no Brasil caiu para 9,1% no trimestre encerrado em julho, uma queda de 1,4 ponto percentual na comparação com o trimestre anterior, terminado em abril, e o menor patamar desde o trimestre encerrado em dezembro de 2015.

O resultado veio dentro da expectativa do mercado, pois o consenso Refinitiv previa que a taxa ficaria exatamente em 9,1%.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) e foram divulgados nesta quarta-feira (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O contingente de pessoas ocupadas terminou julho em 98,7 milhões, um recorde da série histórica iniciada em 2012. Além disso, o rendimento real habitual voltou a crescer após dois anos e chegou a R$ 2.693 no trimestre.

Duas atividades influenciaram a queda do desemprego, segundo o IBGE: comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas, onde houve acréscimo de 692 mil pessoas no mercado de trabalho, na comparação com o trimestre anterior; e administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais, com incremento de 648 mil pessoas.

(Esta reportagem está em atualização)

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet