Notícias / Saúde e Ciência

23/07/22 às 22:31

Hospital Regional de Cáceres passa a ofertar cirurgia de correção de espinha bífida aberta

Unidade de saúde é a única da região Oeste a realizar o procedimento. Também oferecem essa especialidade cirúrgica o Hospital Regional de Sorriso e o Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá

Fernanda Nazário | SES-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Hospital Regional de Cáceres passa a ofertar cirurgia de correção de espinha bífida aberta

A cirurgia pode ser feita logo após o nascimento, preferencialmente até 48 horas

Foto: Assessoria

O Hospital Regional de Cáceres, gerido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), passa a ofertar, via Sistema Único de Saúde (SUS), o serviço de correção de mielomeningocele, mais conhecida como espinha bífida aberta.

A primeira cirurgia na unidade de saúde ocorreu no dia 08 de julho de 2022, em um paciente recém-nascido. A cirurgia foi realizada sem intercorrência e o paciente segue internado no hospital, recebendo todo o tratamento necessário para o quadro clínico.

O hospital é o único da região Oeste a realizar o procedimento de correção de mielomeningocele. Também oferecem essa especialidade cirúrgica o Hospital Regional de Sorriso, que atende a região de saúde Teles Pires, e o Hospital Estadual Santa Casa, que é referência na Baixada Cuiabana.

A mielomeningocele é uma malformação congênita da coluna vertebral da criança em que as meninges, a medula e as raízes nervosas estão expostas. A cirurgia pode ser feita logo após o nascimento, preferencialmente até 48 horas. 

Conforme a secretária adjunta de Gestão Hospitalar da SES, Caroline Dobes, realizar a cirurgia precocemente pode minimizar o risco de infecções associadas aos nervos expostos. “A agilidade no atendimento também pode ajudar a proteger a medula espinhal de algum trauma adicional”, acrescenta a gestora.  

O diretor do Hospital Regional de Cáceres, Onair Nogueira, explica que, durante o procedimento, um neurocirurgião pediátrico coloca a medula espinhal e tecido exposto dentro do corpo do bebê e o cobre com músculo e pele. 

“Contudo, essa complexa cirurgia só era realizada em Cuiabá e em Sorriso. Agora, também dispomos do serviço aqui em Cáceres, com uma equipe médica qualificada liderada pela neurocirurgiã adulto e pediátrica, doutora Evellyn Rasia”, celebra o diretor.

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet