Notícias / Agropecuária

21/07/22 às 21:00

Mato Grosso abateu 2,34 milhões de bovinos no primeiro semestre deste ano

Redação AguaBoaNews

com assessoria Acrimat

Imprimir Enviar para um amigo
Mato Grosso abateu 2,34 milhões de bovinos no primeiro semestre deste ano

Foto: Everton Queiroz/Divulgação Acrimat

Mato Grosso abateu 2,34 milhões de bovinos no acumulado do primeiro semestre de 2022. O montante representa alta de 5,22% quando comparado ao mesmo período de 2021. Em números absolutos, foram 116,05 mil cabeças abatidas a mais neste ano.

Os dados são do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea), divulgados também no boletim do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) desta semana.

Somente entre os meses de maio a junho deste ano foram 445,51 mil cabeças abatidas, um aumento de 4,58% no abate total de bovinos no Estado. Esse cenário de alta no período foi puxado, principalmente, pela maior oferta de animais machos, sendo que o abate desses animais também apresentou aumento.

Houve acréscimo de 7% no abate total de machos no comparativo mensal. Ao todo, foi registrado um volume de 248,56 mil cabeças abatidas somente no mês de junho.

A conjuntura que corroborou com esse cenário esteve atrelada à liberação dos lotes finais de animais terminados a pasto, ao início do período de seca e à entressafra dos bovinos.

As regiões do Estado que lideraram o abate de machos foram a noroeste e o médio-norte, com adição, respectivamente, de 36,88% e 21,08% no período de maio a junho. 

Já no cenário das fêmeas, a região médio-norte foi a de maior influência, com alta de 42,43% para o mesmo período.

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet