Notícias / Saúde e Ciência

15/06/22 às 07:53 / Atualizada: 15/06/22 às 08:00

Uma única doação de sangue pode salvar até quatro vidas, afirma hematologista Paloma Borges

O objetivo da sensibilização é manter os estoques de sangue sempre abastecidos e não apenas em datas específicas

Sandra Carvalho

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Uma única doação de sangue pode salvar até quatro vidas, afirma hematologista Paloma Borges

Paloma Borges

Foto: Assessoria

A doação de sangue é um gesto solidário de doar uma pequena quantidade do próprio sangue para salvar a vida de pessoas que se submetem a tratamentos e intervenções médicas de grande porte e complexidade, como transfusões, transplantes, procedimentos oncológicos e cirurgias.

 Quem fala sobre o tema neste Dia Mundial do Doador de Sangue (14.06), é a hematologista e hemoterapeuta Paloma Borges, que atua em Cuiabá e Várzea Grande e também trabalha no MT Hemocentro com as coagulopatias.

De acordo com a especialista, além de pessoas que submetem a procedimentos e intervenções médicas, o sangue também é indispensável para que pacientes com doenças crônicas graves - como Doença Falciforme e Talassemia - possam viver por mais tempo e com mais qualidade, além de ser de vital importância para tratar feridos em situações de emergência ou calamidades.

“Uma única doação pode salvar até quatro vidas. Um simples gesto de amor e solidariedade pode gerar muitos sorrisos. Faça sua parte, independentemente de parentesco entre o doador e quem receberá a doação”, convida a médica.

O sangue é insubstituível e sem ele é impossível viver. E por isso é importante que a população seja periodicamente chamada a adotar a cultura solidária da doação regular e espontânea de sangue.

“O objetivo é manter os estoques de sangue sempre abastecidos e não apenas em datas específicas ou quando algum conhecido precisar”, observa Dra. Paloma Borges.

Requisitos para doação de sangue

De acordo com o Ministério da Saúde, podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e que estejam pesando mais de 50kg. Além disso, é preciso apresentar documento oficial com foto e menores de 18 anos só podem doar com consentimento formal dos responsáveis.

Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente, grávidas e mulheres no pós-parto não podem doar temporariamente.

O procedimento para doação de sangue é simples, rápido e totalmente seguro. Não há riscos para o doador, porque nenhum material usado na coleta do sangue é reutilizado, o que elimina qualquer possibilidade de contaminação.
  • Uma única doação de sangue pode salvar até quatro vidas, afirma hematologista Paloma Borges

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet