Notícias / Saúde e Ciência

25/04/22 às 17:57

Artigo: As reações da radioterapia no câncer de mama e como minimizá-las

Dra. Manoela Regina Alves Corrêa

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Artigo: As reações da radioterapia no câncer de mama e como minimizá-las

Foto: Assessoria

A mama é uma região propensa à reação durante o tratamento radioterápico, principalmente em pacientes que possuem uma mama mais volumosa.

As reações mais comuns, no caso do tratamento de câncer de mama, são: alterações na pele (inicia com vermelhidão e aos poucos fica escura, “bronzeada”, como se a pessoa tomasse sol todo dia na mesma região), inchaço local, febre baixa, cansaço e fadiga. Essas reações são próprias da radiação.

No entanto, há uma chance de 5%, em 5 anos depois do tratamento, da paciente desenvolver outras reações mais sérias, como alteração no pulmão (fibrose), inflamação do pericárdio (pericardite), fibrose mamária (diminuindo de tamanho), necrose gordurosa e fratura de costela. Essas são as reações mais graves da radioterapia, geralmente mais raras e incidentes a longo prazo.

Nas pacientes que fazem a retirada da mama (mastectomia) e logo em seguida já fazem a reconstrução com prótese, também há a possibilidade de desenvolver uma fibrose local e maior aderência da prótese.

Alguns conselhos são importantes para minimizar os impactos do tratamento e cuidar da pele, órgão mais afetado durante a radioterapia. Em hipótese alguma, a/o paciente pode se expor diretamente ao sol durante o tratamento, principalmente em Mato Grosso, que é uma região muito quente. Deve-se evitar o calor excessivo, evitar umidade local e não fumar!

O/a paciente não deverá passar perfume, desodorante ou substâncias não autorizadas na região de tratamento. Esses são cuidados importantíssimos para minimizar as reações.

Algumas ações podem aliviar o incômodo e ardor na região, como colocar o creme indicado pela radio-oncologista na geladeira, o deixando gelado, ou ainda deixar a aloe vera (babosa) na geladeira e passar nas mamas, ou mesmo gelar chá de camomila e fazer compressa na região. E é claro, estar sempre atenta às orientações do seu médico.

Lembrando que o câncer de mama também pode ocorrer no sexo masculino. Os cuidados com a pele são os mesmos! Nos casos dos homens, se foi palpado qualquer nódulo, procure auxílio médico.

Então, se cuide e cuide de quem você ama!

ESCRITO PELA RADIO-ONCOLOGISTA DO HCANMT DRA. MANOELA REGINA ALVES CORRÊA.

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Juacy da Silva

DOIS DE JULHO, UM DIA ESPECIAL

Se nossa querida Afife estive viva, não tivesse nos deixado há pouco mais de sete meses, em um sábado, como hoje, aqui em Franklin Farm, Herndon, Virginia, EUA, no dia 20 de Novembro do ano passado (2021), HOJE, 02 de Julho de...

 
 
 
 
Sitevip Internet