Notícias / Saúde e Ciência

20/11/21 às 09:01 / Atualizada: 20/11/21 às 09:04

Justiça instala Centro de Solução de Conflitos para atender somente demandas da saúde

Redação

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Justiça instala Centro de Solução de Conflitos  para atender somente demandas da saúde

Foto: Assessoria

Recursos insuficientes, problemas de gestão e, em 2020, a pandemia de coronavírus, que provocou caos no sistema de saúde brasileiro e, consequentemente, sobrecarregou o sistema de justiça. Diante desse quadro, o Poder Judiciário de Mato Grosso buscou uma forma de garantir rapidez e eficiência na solução nas demandas de saúde e marcou para o próximo dia 22 de novembro a instalação do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, o Cejusc da Saúde Pública.

O novo Cejusc funcionará em espaço anexo à Vara Estadual da Saúde, no Fórum de Várzea Grande, e terá como coordenador o juiz José Luiz Leite Lindote, que já responde pela Vara Especializada. O Cejusc da Saúde Pública atuará no atendimento ao público, prestando orientações e informações (cidadania), e também na solução de conflitos pré-processuais e processuais, exclusivamente em demandas que tratem do direito à saúde.

A instalação do Cejusc também é uma forma de a Justiça Estadual estimular a participação ativa da comunidade na solução de disputas, utilizando métodos consensuais de resolução de conflitos, como negociação, conciliação e mediação. Com competência para atuar em demandas de todo o Estado, o Cejusc prestará atendimento tanto presencial quanto virtual, facilitando assim a resolução das demandas sem a necessidade de deslocamento do cidadão que reside em outra cidade, otimizando tempo e reduzindo custos.

Como resultado, a Justiça Estadual pretende reduzir o tempo de resposta aos atendimentos de cidadania; diminuir o tempo de tramitação dos procedimentos processuais e pré-processuais; ampliar a quantidade de pessoas beneficiadas pelas atividades relacionadas à composição amigável; aumentar a taxa de acordo nas reclamações pré-processuais e processos judiciais que tramitam no Cejusc; e, por fim, atender as demandas da saúde, especialmente pela constatação do aumento dos conflitos na área em função da pandemia de coronavírus.
 
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet