Notícias / Saúde e Ciência

28/10/21 às 13:00

Hospital de Mato Grosso é o primeiro a ter microscópio neurocirúrgico

Santa Rosa, em Cuiabá, é o único no estado a possuir o Kinevo 900, aparelho que possui sistema de visualização robótico capaz de realizar mapeamento detalhista em neurocirurgias

Assessoria

AguaBoaNews/Cuiabá

Imprimir Enviar para um amigo
Hospital de Mato Grosso é o primeiro a ter microscópio neurocirúrgico

Foto: Acervo Zeiss

O Hospital Santa Rosa avança ainda mais na estrutura para tratamento cirúrgico das doenças do sistema nervoso em Mato Grosso. No final de setembro deste ano, a unidade recebeu o microscópio neurocirúrgico Kinevo 900, considerado o que há de mais inovador e moderno no quesito de tecnologia de microscopia para execução de procedimentos neurocirúrgicos no cérebro, medula e de nervos periféricos.
 
Em menos de um mês, o Santa Rosa já realizou cinco cirurgias em pacientes com tumores cerebrais e doenças da coluna vertebral (tumor e hérnia de disco). A aquisição equipara Mato Grosso com os principais centros de neurocirurgia do País. No estado, apenas o Santa Rosa possui o aparelho.
 
Segundo o neurocirurgião e neurorradiologista intervencionista do Hospital Santa Rosa, Wilson Novais, o equipamento permite melhor visualização das estruturas neurológicas, possibilitando mais precisão na técnica cirúrgica. "O microscópio cirúrgico Kinevo, da fabricante Zeiss, é o que existe de mais preciso atualmente no mundo em termos de tecnologia de microscopia para execução de procedimentos neurocirúrgicos. Isso inclui os aneurismas, tumores, malformações e ainda o reparo de lesões provocadas por trauma", afirma Wilson.
 
O Kinevo possui um sistema de comandos robóticos com altíssima precisão, memórias de posição e mecanismos anti-vibração. Além disso, as imagens geradas são em 4K. O microscópio utiliza luzes especiais para ter uma visualização mais apurada de tecidos específicos, como vasos sanguíneos ou tumores.
 
"Por exemplo, no caso de uma cirurgia de ressecção de tumores cerebrais, o microscópio possibilita uma distinção precisa entre o que é tumor e o que é o tecido cerebral normal. E isso faz toda a diferença na hora de extrair os tumores, impactando diretamente no resultado final para o paciente", explica o médico.
 
Somada à tecnologia, o Santa Rosa também possui um corpo clínico de neurocirurgiões capacitados para utilizar o Kinevo. "Profissionais que possuem títulos de especialistas pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, além de treinamento nas subespecialidades", destaca o médico Wilson Novais.
 
"Esse equipamento traz segurança para o neurocirurgião e para o paciente. E temos resultados mais eficientes. O Grupo Santa, ao qual o Hospital Santa Rosa integra, tem investido fortemente na área tecnológica nos últimos dois anos. E o microscópio cirúrgico Kinevo é a coroação de tudo o que foi implementado até agora", ressalta o especialista.

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet