Notícias / Acidentes

07/12/15 às 08:47

Caarapó (MS): Barragem de represa cede e lago do balneário fica vazio

Ponto turístico foi destruído em Caarapó, que está em emergência por conta das chuvas

Portal Correio do Estado

Imprimir Enviar para um amigo
Caarapó (MS): Barragem de represa cede e lago do balneário fica vazio

Barragem começou a se romper devido as chuvas

Foto: Divulgação

A barragem da represa do balneário municipal de Caarapó, cidade distante 273 km de Campo grande, se rompeu devido ao alto volume de águas e o lago que existia no local foi esvaziado. A cidade já está em situação de emergência devido aos estragos causados pela chuva.

Conforme o site Caarapó News, por volta das 9h30, funcionários do local perceberam que o meio da barragem estava se rompendo por baixo e acionaram o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar (PM), que isolaram a área. Equipes da prefeitura e da Secretaria de Obras do município também foram ao balneário, mas pouco tempo depois a terra cedeu a barragem desmoronou.

O balneário municipal Ayrton Senna era um dos principais pontos turísticos da cidade. Natalício Farias, morador do município, disse ao Portal Correio do Estado que quando houve o rompimento da barragem várias pessoas estavam no local, porém ninguém ficou ferido, mas houve um “susto” e a morte de vários peixes que ficavam em um tanque que foi destruído.

No local onde estava a represa restou apenas lama. O Corpo de Bombeiros informou que as equipes estão no local orientando os moradores para não se aproximaram das margens onde a águas passa, pois há risco de novo desmoronamento.

Além disso, foi emitido um alerta para moradores de sítios e chácaras próximos ao local para que saiam de suas casas, já que depois do rompimento da barragem dois novos lagos se formaram pelas águas, que seguem sentido ao rio Piratini e podem causar estragos no caminho até encontrá-lo.

Equipes da prefeitura estão fazendo levantamentos dos estragos. O prefeito da cidade, Mário Valério, informou ao Caarapó News que não havia nada que pudesse ser feito para evitar o desastre. “Com as fortes chuvas, o vazamento começou por baixo e não havia como fazer reparos. Para isso seria necessário esvaziar o lago”, disse.

Vídeo Relacionado

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet