Notícias / Luto

19/02/19 às 16:23

Triste: casal de velhinhos se mata para não dar trabalho aos filhos

Um dos velhinhos matou o outro e depois cometeu suicídio. O acordo do casal de velhinhos foi explicado em carta deixada à família

O Dia Notícias

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Triste: casal de velhinhos se mata para não dar trabalho aos filhos

Esposo com 94 anos e esposa com 86 anos em carta de despedida explica que decidiram colocar fim à vida porque estavam fartos de depender dos filhos e netos

Foto: Divulgação

A noticia que circula em todas as redes sociais diz que o senhor José Aedo, de 94 anos, e a senhora Blanca Saéz, de 86 anos de idade, viviam harmoniosamente casados oficialmente há 62 anos, eles construíram com muita luta e muito esforço, uma família numerosa, honesta e de renome onde moravam, dona Blanca teve quatro filhos com o esposo amado José, desses quatro filhos, eles ganharam 6 netos. Mas o fim de vida desse ilustre casal é chocante demais.

Em El Bosque, na cidade de Santiago, no Chile, o casal lindo e amoroso foi encontrado de mãos dadas já sem vida, a neta que os encontrou deu por fé que do lado dos corpos havia uma carta, com a assinatura dos dois, na escrita estava a justificativa da decisão tomada em comum acordo.

Os avós daquela menina, que teve que dar a noticia aos demais familiares sob muito pranto, disseram na carta, em poucas linhas, que não queriam pesar no orçamento da família, que temiam adoecer e dar trabalho aos filhos e netos. Após isso, um dos filhos encontrou uma arma no local do incidente, assim que os policiais chegaram e investigaram tudo, concluíram que naquele lugar havia ocorrido um homicídio seguido de suicídio. Isso significa que um deles matou o outro e, em seguida, tirou a própria vida.

De acordo com informações contidas no site ABC um dia antes da fatalidade, o casal passou por uma consulta ao geriatra. A família está em pedaços, em entrevista disseram que não faz o menor sentido o que motivou a morte de seus pais, as netas estão inconformadas em perdê-los dessa maneira.

 
Autoridades investigam caso
 
As autoridades daquele país estão agora centradas em apurar as circunstâncias em que decorreu a morte do casal.
 
Tudo indica que o homem disparou contra a mulher antes de se ter suicidado. A arma estava legalmente registada no nome da mulher, disse Eduardo Aros, da Polícia de Investigação, aos jornalistas. A carta faz "parte do material de investigação e será levada pela equipa de peritagem".
 
No Facebook, Catherine Aedo, neta do casal, publicou uma emotiva mensagem dando conta do drama que a família vive por estes dias. "Estou a odiar a vida que vos tirou de mim. Vocês eram o meu exemplo de vida. Os meus segundos pais", explicou no seu perfil.
 

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Caiubi Kuhn

Os fósseis vão às escolas

            Para muitas pessoas, é uma grande surpresa saber que em Mato Grosso já viveram na era mesozoica grandes dinossauros como Pycnonemosaurus nevesi e os Sauropodes, ou que na era...

 
 
 
 
Sitevip Internet