Notícias / Policial

18/08/15 às 13:58 / Atualizada: 18/08/15 às 14:06

Despachante e ex-servidor são presos por esquema de transferência de veículos em Chapada dos Guimarães

Despachante e ex-servidor são presos por esquema de transferência de veículos em Chapada dos Guimarães

Foto: Assessoria/PJC-MT

Um despachante e um ex-funcionário do Departamento de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) foram presos em flagrante ao tentar transferir documentos de dois veículos, na Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Chapada dos Guimarães (67 km ao Norte), na tarde de segunda-feira (17.08). Os dois irão responder por corrupção ativa.
 
A prisão foi efetuada pela Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz), da Polícia Judiciária Civil, depois de ser acionada pelo Departamento de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT), e enviar equipe para efetuar a prisão em flagrante com registros de imagens e áudios.

A delegada da Defaz, Cleibe Aparecida de Paula, disse que os suspeitos procuraram a Ciretran devido a fiscalização no Detran de Cuiabá estar mais acirrada.  
 
Foram presos o despachante Naianderson Godinho da Rocha, 41, e o ex-servidor Antonio Jefferson C. de Figueiredo. O despachante é conhecido da Defaz, onde responde dois inquéritos de estelionato e falsificação de documento público. Ele também tem passagem por tráfico de drogas.
 
O ex-servidor, Jefferson, trabalhou como assessor técnico da Corregedoria do  Detran e recebeu voz de prisão no momento que entregou o dinheiro ao diretor da Ciretran. O despachante aguardava na frente da Ciretran e foi preso em seguida.
 
Segundo as informações, o diretor da Ciretran de Chapada recebeu proposta de R$ 200, por documento, para integrar o esquema de transferência de propriedade de veículos, sendo inicialmente transferidos os documentos de um automóvel Corolla e uma S10, ambas com placas de Várzea Grande.
 
O servidor simulou aceitar e acionou o Detran em Cuiabá. Ele contou que foi procurado por dois ex-servidores do Detran e um despachante, todos da capital.
 
O terceiro suspeito também será investigado. O flagrante foi lavrado na Delegacia de Chapada dos Guimarães pelo delegado Diego Alex Martiminano. "Eles chamam de 'pula pula', que é colocar o procedimento na frente, dar preferência. Esse servido é chamado também de vip. Pegam o procedimento, vão no Ciretran pagam a taxa e depois pagaria para o chefe do Ciretran e saíram na hora com o documento, por isso é 'pula a pula'", explicou o delegado Diego, depois de ouvir os presos.
 
Os dois presos serão submetido a exame de corpo delito e depois encaminhados a Cadeia Pública de Chapada.
 
De acordo com presidente do Detran-MT, Rogers Jarbas, a ação célere da equipe de policiais civis da Delegacia Fazendária foi fundamental para que as prisões em flagrante ocorressem. "Temos trabalhado em conjunto para coibir ações ilegais no Detran. Servidores credenciados e cidadãos têm sido fundamentais neste processo de moralização, pois acreditando na transformação que estamos promovendo na autarquia, tem nos trazido casa vez mais denúncias, todas apuradas com rigor e seriedade pela PJC e Detran, que hoje atuam em fina sintonia", disse.

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Luciano Vacari

Sobre o que realmente interessa

Um dos grandes desafios do agronegócio brasileiro é apresentar sua importância social e econômica e, principalmente, a responsabilidade ambiental do setor, que é o que mais preserva vegetação nativa no...

 
 
 
 
Sitevip Internet