Publicidade
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Notícias de Canarana


Rapaz bate carro e se suicida

CANARANA – Uma tragédia aconteceu hoje, por volta das 8hs. Dionatan Gama Vieira, 19 anos, tirou a própria vida se enforcando com uma mangueira na varanda de sua residência, no Bairro Nova Canarana. Conforme o investigador Lima, da Polícia Civil, ainda não se sabe o motivo do suicídio. Testemunhas disseram que na madrugada de hoje, depois de sair da Feican, o jovem acidentou o veículo do pai, um Versailles prata, na Av. Rio Grande do Sul. O veículo desceu a ladeira e ficou com a frente toda danificada 
 
 

Dupla detida com cartões de indígenas

CANARANA - Depois de uma denúncia anônima, a Polícia Civil de Canarana deteve na agência do Banco do Brasil, dois indivíduos que estavam fazendo saques com vários cartões magnéticos. Com eles a polícia encontrou 32 cartões magnéticos pertencentes à indígenas do Parque do Xingu, além de R$ 3.481,00 em dinheiro, já sacados. Na Delegacia de Polícia os dois detidos disseram que não tinham procuração para sacar o dinheiro, mas que possuíam a autorização verbal dos índios. Isso era feito porque um dos investigados comprava fiado nas empresas da cidade para os índios no nome dele. Os dois indivíduos foram liberados. O dinheiro e o cartão ficaram retidos na Depol. Conforme o escrivão Éder Pereira de Carvalho, para sacar dinheiro com cartão de outra pessoa é necessário possuir procuração. A PC está investigando a versão dos detidos e vai ouvir os índios. O nome deles não foi liberado para evitar especulações. 
 

Surge nova testemunha depois de 9 anos

CANARANA – A Polícia Civil de Canarana recebeu do ministério público, o inquérito que investiga a morte de Luciano Signorini e Lenice Pezzini. O crime ocorreu em 1.999 e até agora não há solução para o caso. A polícia conseguiu apenas indiciar uma pessoa até agora (vulgo Japão), segundo informações do delegado, Marcelo Fernandes Jardim. A promotoria de justiça solicitou novas diligências. Um fato novo, porém, surgiu nos últimos dias. Uma nova testemunha se apresentou espontaneamente na Delegacia de Polícia de Canarana, trazendo novas informações ao inquérito. Segundo o delegado de polícia que investiga o caso, isso pode acrescentar elementos importantes ás investigações. O delegado ficou surpreso com o surgimento de mais uma testemunha após 9 anos e meio da tragédia. Não há perspectiva de prazo para que a polícia promove as novas diligências solicitadas pelo Ministério Público. Assim que forem concluídas as diligências, o inquérito será remetido novamente para análise da Promotoria de Justiça.
Anúncios
Publicidade

Enquete

Encerrando seu segundo ano de gestão, como você avalia a administração do prefeito de Água Boa?

Notícias da cidade de


Publicidade

Anúncios
Publicidade

Editais

Contato

Redes Sociais


 

Anúncios
Anúncios