Imprimir

Imprimir Notícia

11/03/16 às 10:47

Suspeita é que Lula levou do Alvorada o que não era dele

O ex-presidente Lula enfrenta a suspeita de apropriação de objetos do Palácio da Alvorada que pertenceriam à União. No café da manhã com senadores, quarta-feira (9), Lula desdenhou disso e fez uma revelação espantosa: além dos itens encontrados pela Polícia Federal no sítio em Atibaia, na 24ª fase da Lava Jato, “tem umas 400 caixas” da sua mudança em imóvel do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo. O número de caixas pode ser exagerado, mas a revelação pode provocar novas diligências.Objetos que pertencem à União teriam sido levados nos espantosos 11 caminhões de mudança de Lula e Marisa, no fim do seu governo.

Aos senadores, Lula disse ter ganho “muitos presentes”. Ele ignora que itens avaliados em mais de cem reais passam ao patrimônio da União.

Há relatos de que no dia da mudança, d. Marisa mandou colocar em caminhões de mudança até objetos de adorno do jardim do Alvorada. Caso de um pilão de madeira, presenteado a d. Sarah Kubitscheck por fazendeiro de Goiás, durante o governo JK.

Provocado por requerimento de Ronaldo Caiado (DEM-GO), o Senado pediu a investigação do eventual sumiço de objetos do Alvorada.
Imprimir