Imprimir

Imprimir Notícia

27/07/20 às 17:28

PM tira armas de fogo de circulação e prende seis em Cuiabá, Sorriso, Sinop e Nova Nazaré

A Polícia Militar tirou de circulação no sábado e domingo (25 e 26.07) seis armas de fogo e ... pessoas foram presas.

Na capital, a ocorrência foi atendida pela 20º Companhia de Força Tática, no bairro Centro América, com a prisão de um homem.

Os policiais foram informados por moradores que tinham ouvido disparos de arma de fogo. Em patrulhamento, os agentes pararam um veículo Dogde Ram branco, com dois homens.  

Na vistoria no carro, os policiais encontraram uma pistola .40, com a numeração raspada e 10 munições. Um dos homens assumiu ser dono da arma de fogo. Ele carregava R$ 2,8 mil no bolso. O segundo homem foi liberado e o veículo ficou sob a sua responsabilidade.

Em Sorriso, a ocorrência foi atendida pelo militares do 12º BPM que prenderam três homens e apreenderam uma espingarda calibre 22, com seis munições intactas e uma deflagrada. Os policiais estavam em diligência a procura dos suspeitos envolvido na tentativa de um roubo ocorrido em um assentamento horas antes.  A narrativa não descreve se os homens estariam envolvidos na ação criminosa.

Em Sinop, no bairro Boa Esperança, os militares do 11º BPM foram acionados que uma mulher estava sendo mantida em cárcere privado pelo marido. No local, o suspeito, marido da vítima, foi detido e apreendido um rifle calibre 22, com sete munições intactas.

Em Nova Nazaré, a equipe do 16º BPM prendeu dois homens que estava com dois rifles calibre 22 e 12 munições. A dupla foi parada durante procedimento de rotina e, na vistoria no veículo VW Gol, as asmas de fogo foram encontradas.

Serviço
A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.
Imprimir