Notícias / Política

16/08/15 às 22:37 / Atualizada: 17/08/15 às 10:53

Manifestantes protestam contra o governo federal em Cuiabá

Manifestantes protestam contra o governo federal em Cuiabá Segundo a polícia, protesto reúne cerca de 14 mil participantes. Manifestantes carregam caixão com a foto da presidente Dilma.

G1 MT

Imprimir Enviar para um amigo
Manifestantes protestam contra o governo federal em Cuiabá

Segundo a polícia, aproximadamente 14 mil pessoas participam do evento

Foto: Renê Dióz/ G1

Manifestantes saíram em passeata contra o governo federal na tarde deste domingo (16), em Cuiabá, da Praça Alencastro, na região central da cidade, em direção à Praça Oito de Abril, passando pela Avenida Getúlio Vargas. A maioria deles vestia roupa verde e amarela. No início do protesto, fazia muito calor.

A Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp) informou que o protesto reuniu 14 mil pessoas. Já os organizadores do evento avaliam que 20 mil tenham participado do evento.

Policiais militares acompanham o ato. A secretaria, no entanto, alegou que o número de policiais não pode ser divulgado.
 
Na passeata, manifestantes carregaram caixão com foto da presidente (Foto: Renê Dióz/ G1)Na passeata, manifestantes carregaram caixão com foto da presidente (Foto: Renê Dióz/ G1)
 
Aos gritos de 'Fora Dilma' e empunhando cartazes com frases de protesto, os manifestantes deixaram a praça mais de 30 minutos acima do horário previsto. Antes da saída, eles cantaram o hino nacional.
Durante a concentração, os participantes fizeram um enterro simbólico da presidente Dilma Rousseff. E, na passeata, carregaram esse caixão contendo uma foto da presidente.

"O brasileiro não é palhaço e está cansado de tanta corrupção. É por causa dela que mulheres, crianças, anciãos estão deitados nos prontos-socorros mal atendidos. Queremos mudança no país", disse o aposentado Marcos Aurélio Tenen.

O percurso que os manifestantes devem seguir tem cerca de 2 km, segundo os organizadores do evento, o grupo Gigantes Brasileiros.
 
Com o rosto pintado, jovem segura cartaz de 'Fora Dilma, Fora PT' em Sorriso (Foto: Rachel Rocha/ Centro América FM)Com o rosto pintado, jovem segura cartaz de 'Fora Dilma, Fora PT' em Sorriso (Foto: Rachel Rocha/ Centro América FM)
 
A caminhada durou menos de duas horas. Ao longo do percurso, algumas pessoas aderiram à manifestação. Conforme a polícia, cerca de 800 pessoas começaram a passeata e, ao final, o evento teve a participação de 14 mil.
 
Aposentado de 83 anos participou de manifestação em Barra do Garças (Foto: Ivan de Jesus/ Centro América FM)Aposentado de 83 anos participou de protesto em Barra do Garças (Foto: Ivan de Jesus/ CAFM
Para os organizadores, o número foi aquém da expectativa, de 30 mil. Luciano Passos, que integra o movimento 'Gigantes Brasileiros', contou que durante o percurso os participantes se sentiram intimidados por manifestantes pró-governo. "As pessoas se preocupam com a integridade física de suas famílias, em primeiro lugar. Isso foi uma afronta à população brasileira", declarou.

Em Mato Grosso, também foram realizados protestos em Sorriso, Sinop, Barra do Garças e Rondonópolis. Em Barra do Garças, o protesto reuniu cerca de 100 pessoas, segundo a Polícia Militar da cidade. A mesma quantidade de público foi registrada em Sorriso. Já em Rondonópolis o número foi menor, 30, de acordo com a polícia. Porém, os organizadores do evento estimam 50. E, em Sinop, mais de mil pessoas saíram às ruas, de acordo com os organizadores. A Guarda Municipal que acompanhou a passeata não quis informar a estimativa de público.

Enrolado na bandeira do Brasil, o aposentado Amarílio Carvalho, de 83 anos, conhecido como 'Velho Noel', foi um dos 100 participantes do protesto realizado em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá.
"Temos que mostrar para as crianças e jovens que o Brasil não é constituído só de políticos corruptos. Queremos que os políticos sejam austeros e incorruptíveis e luto pelo país que tanto amo", declarou.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

A Exclusão e o Pancadão

Uns anos atrás, escrevi um artigo sobre a repressão praticada pelos seguranças dentro dos shoppings centers em São Paulo, uma vez que não permitiam que grupos de jovens da periferia, que marcavam encontros chamados...

 
 
 
 
Sitevip Internet