Notícias / Política

15/08/15 às 08:16 / Atualizada: 15/08/15 às 08:21

PSDB OU PSB? Taques reúne grupo neste sábado para debater novo partido

MARCOS LEMOS

Diário de Cuiabá

Imprimir Enviar para um amigo
Com um estilo todo próprio de decidir as coisas, o governador Pedro Taques (sem partido) aponta que existe uma única decisão: encontrar um novo partido nos próximos dias para não atrapalhar os companheiros e as articulações para as eleições municipais, mas tudo que foi falado até o momento não passaria de especulação, mesmo não descartando a possibilidade de sua escolha estar entre as duas siglas mais citadas, o PSDB e o PSB. Em viagem de dois dias por 10 municípios do oeste de Mato Grosso, Pedro Taques em todas as reuniões foi assediado por autoridades municipais desejosos em saber qual será sua escolha partidária, e para todos, a resposta era a mesma, que iria avaliar e o quanto antes decidir seu futuro partidário, lembrando que a escolha iria passar pela independência e o respeito aos ditames que considera essenciais para qualquer político: transparência, honestidade e eficiência. 

Nem mesmo sua assessoria confirmou a possibilidade de uma reunião ampliada na data de hoje para se discutir o futuro político partidário. Mesmo em viagem oficial do governo do Estado, o chefe do Executivo mato-grossense continuou nas últimas horas sendo assediado por diversos companheiros de diversos partidos políticos. 

Senadores com quem conviveu nos últimos quatro anos, deputados federais, amigos, simpatizantes e até mesmo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, líder maior do PSDB, não perderam a oportunidade em convidar o governador de Mato Grosso para se filiar em suas siglas, buscando reforçar seus quadros, principalmente os futuros, já que Pedro Taques que está em seu segundo mandato eletivo tem apenas, 47 anos. Com uma real possibilidade de alçar voos mais altos na carreira político-partidária, Pedro Taques está no momento certo num cargo que chama a atenção por estar governando um dos Estados mais promissores do Brasil graças ao agronegócio, único segmento da economia nacional que ainda resiste à crise e emplaca sucessivos superávits. “Minhas preocupações estão centradas em encontrar soluções para Mato Grosso que precisa de investimentos pesados, pois aqui se investindo com certeza haverá resultados”, assinala Pedro Taques, frisando novamente que não vai admitir e permitir que haja uma mistura entre a gestão governamental e a questão eleitoral por causa das disputas municipais de 2016. 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Coronavírus. Fé. Deus é Justo!

Deixamos de direcionar nossas metas de evolução e crescimento no âmbito da moral, e pior ainda, nos preocupamos com coisas materiais que não nos levam a nada, a não ser nos dar prazer e encantamentos, exaltando...

 
 
 
 
Sitevip Internet