Notícias / Negócios

23/05/17 às 11:27

Cartão de Crédito - Sicredi tem taxas menores para o parcelamento do rotativo

Instituição financeira cooperativa divulga as novas regras para o pagamento do saldo devedor do cartão e oferece o parcelamento da fatura com condições mais vantajosas que o rotativo

Paola Carlini, Ícone

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Cartão de Crédito - Sicredi tem taxas menores para o parcelamento do rotativo

Foto: Assessoria

As mudanças nas regras para uso do rotativo do cartão de crédito reduziram as taxas de juros cobradas dos consumidores em 50,4%, comparando a taxa do rotativo com a do parcelamento. Levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) mostra que a taxa média do rotativo caiu 50,5% no primeiro mês de vigência da Resolução 4.549 do Banco Central, baixando de 455,1% ao ano (15,4% ao mês) no fim de março para 225,4% ao ano (10,3% ao mês) na primeira semana de maio. A pesquisa considera as seis principais instituições financeiras do país.

Para os associados do Sicredi, instituição financeira cooperativa com 3,5 milhões de associados e presente em 20 estados brasileiros, a redução nas taxas cobradas é ainda maior, chegou a 54,5%. Enquanto o mercado cobrava em média 15,4% ao mês, os associados do Sicredi já tinham juros de 11% no rotativo, taxa que cai para até 7% para os associados que optam pelo parcelamento do saldo devedor.

Em vigor desde 3 de abril, a Resolução 4.549, do Banco Central, dispõe sobre o financiamento do saldo devedor da fatura do cartão de crédito e de demais instrumentos de pagamento pós-pagos. Ela prevê que o consumidor pode usar o rotativo do cartão por apenas 30 dias. Caso não quite a fatura integral, ele adere automaticamente ao parcelamento.

Associados do Sicredi que usarem o rotativo em um mês receberão no mês seguinte uma oferta para parcelar a fatura, com condições mais vantajosas do que o rotativo, caso optem pelo pagamento entre o mínimo e o máximo da fatura. São 10 opções de parcelamento aos associados pessoa física, de duas a 12 parcelas. Para pessoa jurídica, há a alternativa de parcelar o pagamento em 12 vezes. O valor total da parcela paga pelo associado será composto por saldo do rotativo, mais as compras do mês, além de encargos/juros. O parcelamento ofertado é o do valor total da fatura.

O gerente de Ciclo de Crédito da Central Sicredi Centro Norte, Fábio Marcelo Antunes dos Santos, frisa que, ao pagar um valor abaixo do total da fatura, no mês seguinte o associado receberá uma proposta de parcelamento e todos os valores serão detalhados na fatura, incluindo aqueles referentes às compras do mês, o valor da parcela a ser paga pelo uso do rotativo, mais os encargos financeiros da operação.

Caso o associado pague novamente o mínimo, uma nova proposta de pagamento parcelado será gerada. “A vantagem disso é que o associado tem o detalhamento das operações na fatura e pode controlar o pagamento, se organizando melhor financeiramente. Vale lembrar que o parcelamento está dentro do limite do cartão de crédito”.

Fábio Santos afirma ainda que, o Sicredi orienta os associados a usarem o cartão de crédito da melhor forma possível, de maneira disciplinada e visando a educação financeira. “Por isso nos adequamos às normas do Banco Central, para oferecer mais uma opção ao associado, dando a ele a possibilidade de efetuar o parcelamento dentro do seu limite. Orientamos o uso consciente e responsável do dinheiro”.

Taxa de juros – A Resolução do Banco Central levou as instituições financeiras a readequarem as taxas de juros cobradas nas operações com cartão de crédito. O uso do rotativo ficou limitado a 30 dias, cuja taxa média de juros praticada no mercado era de 15,4% ao mês. Com a Resolução, a taxa média do parcelamento praticada no mercado estava em 11% ao mês, sendo que no Sicredi chega à média de 7%, uma redução de 54,5% em relação à taxa do rotativo.

O gerente de Ciclo de Crédito da Central Sicredi Centro Norte, Fábio Santos, acrescenta ainda que o parcelamento do saldo devedor tem o objetivo de reduzir o endividamento dos consumidores, decorrente do uso indiscriminado cartão de crédito, e consequentemente a inadimplência e a restrição nos órgãos de proteção ao crédito.

Mais informações estão disponíveis no espaço do Sicredi no site da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) no endereço eletrônico www.abecs.org.br/novorotativo/.
 
Sobre o Sicredi
 
O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,5 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 20 estados*, com mais de 1.500 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros.  Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br.  
 
*Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.
 
O Sicredi Centro Norte, composto pelos estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre, tem cerca de 363 mil associados, com 164 agências em 130 municípios.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

José Sarney

São Luís em Dezembro

O sinos do Natal já podem ser ouvidos nos seus sons distantes Quando eu era menino e começava, em São Bento, a descobrir o mundo com suas belezas, a primeira coisa que me encantava era o campo verde, lindo tapete de capins:...

 
 
 
 
Sitevip Internet