Notícias / Política

19/05/17 às 15:37

JBS doou R$ 4,223 milhões a políticos em MT

Celly Silva, Gazeta Digital

Edição para ÁguaBoaNews, Clodoeste Kassu

Imprimir Enviar para um amigo
JBS doou R$ 4,223 milhões a políticos em MT

Wellington Fagundes (PR), Eduardo Botelho (PSB), Lúdio Cabral (PT) e Carlos Bezerra (PMDB) foram os que receberam maiores valores da JBS, em Mato Grosso

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado/Maurício Barbant/João Vieira

As empresas dos irmãos Joesley e Wesley Batista, pivôs da última fase da operação Lava Jato, Seara e JBS gastaram R$ 4.223.075,00 com doações a campanhas de candidatos nas eleições de 2014.

Delações dos irmãos Joesley e Wesley e ações monitoradas em conjunto com a Polícia Federal resultaram no afastamento do senador Aécio Neves (PSDB) e no indiciamento do presidente Michel Temer (PMDB), na última segunda-feira (15).

Somente para os cargos de senador e deputado federal em Mato Grosso, foram desembolsados R$ 3.280 milhões em doações eleitorais, conforme o Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE) disponibilizado no site da Justiça Eleitoral.

Quem mais recebeu foi o senador Wellington Fagundes (PR). Foram cinco doações recebidas que totalizaram R$ 1.850 milhão, sendo duas da marca Seara, uma de R$ 200 mil e outra de R$ 250 mil. Outras três doações chegaram por meio da JBS S/A, sendo duas de R$ 500 mil e uma de R$ 400 mil. Todos os pagamentos ocorreram em cheques, mediados pelo diretório nacional do Partido Republicano.

Dentre os deputados federais, Carlos Bezerra (PMDB) foi o que mais recebeu doações da empresa JBS, em 2014. Foram duas doações de R$ 500 mil cada, totalizando R$ 1 milhão, pagos por meio do diretório nacional. Um dos pagamentos ocorreu via cheque e outro por transferência eletrônica.

Os deputados federais Fábio Garcia (PSB) e Ságuas Moraes (PT) receberam naquele ano R$ 150 mil cada da JBS. Os pagamentos foram intermediados pelos respectivos diretórios estaduais e pagos via transferência eletrônica.

Adilton Sachetti (PSB) e Valtenir Pereira (PMDB) receberam R$ 50 mil cada um, também mediante repasse partidário. Sachetti recebeu em cheque e Valtenir por depósito em espécie.

O que menos recebeu doação da empresa foi Victório Galli (PSC). Através de seu diretório estadual, ele ganhou R$ 30 mil em doação eleitoral da JBS S/A.

Os deputados federais Ezequiel Fonseca (PP) e Nilson Leitão (PSDB) não receberam doação da empresa.

Deputados estaduais

Três deputados estaduais também foram beneficiados com recursos da maior empresa do ramo de frigorífico do mundo, que também é alvo do maior esquema de corrupção já descoberto no país.

Na Assembleia Legislativa, o parlamentar que mais recebeu foi o presidente da Casa, Eduardo Botelho (PSB). A ele o diretório estadual repassou R$ 350 mil doados pelos irmãos Batista.

Alan Kardec (PT) recebeu R$ 77 mil da JBS via repasse do deputado federal Carlos Bezerra (PMDB). Já Mauro Savi (PSB) foi beneficiado com R$ 6.737,5 da JBS Frigorífico, também repassados por Carlos Bezerra.

Governo

Dentre os concorrentes ao cargo de governador na disputa de 2014, Lúdio Cabral (PT) foi o único que recebeu doações da empresa investigada. O diretório nacional petista repassou naquela ocasião o montante de R$ 475 mil à campanha e o senador Wellington Fagundes fez três repasses de R$ 18.525,00; R$ 11.875,00 e R$ 3.937,50 cada.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Pedro Cardoso da Costa

Um mandato literalmente perdido

O Brasil já estava na UTI quando os candidatos Aécio Neves e Dilma Rousseff se digladiavam para assumirem a Presidência da República, cada um prometendo mais do que o outro fazer deste país o mais desenvolvido do...

 
 
 
 
Sitevip Internet