Notícias / Negócios

08/05/17 às 19:31

Vale a pena comprar o novo Jeep Compass?

Marina Fernandez

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Um dos lançamentos automotivos de 2016 que mais vem chamando a atenção dos consumidores e dos apaixonados por carros é o novo Jeep Compass, que apresenta uma evolução notável em comparação ao modelo anterior.

A Jeep já se tornou referência em fabricação de automóveis quando o assunto são veículos feitos para se aventurar por aí, superando obstáculos e experimentando a liberdade de sair da estrada para se aprofundar no mundo.

Com um sistema 4x4 que possibilita ao motorista uma força até 20 vezes maior para enfrentar qualquer obstáculo, o Jeep Compass ainda é capaz de desacoplar automaticamente o eixo traseiro, tornando-se um 4x2 eficiente e, ao mesmo tempo, econômico.

O selec-terrain, que no modelo Longitude Turbo Diesel possui até quatro tipos de tração (automática, areia, terra e neve), também é um diferencial do Compass. A versão Trailhawk também oferece o modo “pedra”, garantindo aos aventureiros de plantão mais uma opção na hora de pegar a estrada – e sair dela.

Concorrência

O atual modelo do Jeep se destaca entre outros automóveis similares principalmente por seu posicionamento de mercado. Afinal, o modelo foi lançado com um preço bastante competitivo se comparado aos outros da categoria.

Além disso, as versões diesel estão muito bem equipadas e deixam muitos concorrentes para trás. Entre os modelos que mais se aproximam das versões diesel, em características e preço, podemos citar o Mitsubishi ASX (automático ou manual), o Kia Sportage e o Hyundai iX35, pois os três automóveis oferecem câmbio automático de seis marchas, motor 2.0 e competem nos valores. Entretanto, apenas o carro da Jeep oferece controles de estabilidade e tração, tornando o equipamento de série um dos seus maiores diferenciais.

Outros fortes concorrentes do Compass são o Trailblazer, da Chevrolet, e o Volvo XC60. Contudo, ambos perdem para o Jeep quando o assunto é economia de combustível: o consumo urbano do Jeep Compass é, em média, de 8,3km/l, enquanto o Trailblazer consome mais de 20%: cerca de 6,6km/l, e o XC60 fica ainda mais para trás, roda apenas 5,9km/l.

Vantagens e desvantagens
  • Uma das  qualidades do Jeep Compass é o conforto: os bancos com costura dupla em couro ou tecido são os aliados de um impecável acabamento interno.
  • As molduras e o acabamento do painel são resultados de um excelente trabalho de design.
  • Os instrumentos configuráveis com tela colorida são sinônimos de comodidade, muito além da estética.
  • A tecnologia é outro ponto forte do Compass, graças ao seu sistema multimídia com sensor de estacionamento, câmera de ré e sistema de navegação.
  • O painel de instrumentos e a tela colorida configurável também estão entre os acessórios modernos do veículo, assim como o sistema de som Premium Beats, para que você possa desfrutar das suas músicas favoritas.
Entretanto, apesar do perfil tecnológico, ele não oferece opção de espelhamento de celulares nem conexão via Android Auto, o que é visto por muitos como sendo uma das únicas desvantagens do Compass.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

New Deal no Brasil

Bairro simples da periferia. O cheiro de café ainda estava pela cozinha e transpunha a sala com móveis simples, um sofá velho e uma antiga televisão que tinha em cima dela algumas xícaras, daquelas que têm o...

 

Enquete

Se a eleição para presidente tivesse Jair Bolsonaro e Sérgio Moro como candidatos, em quem você votaria?

 
 
 
Sitevip Internet