Notícias / Negócios

14/04/17 às 11:48

Conselho aprova 41 cartas consulta para financiamento via FCO Empresarial

Investimentos somam mais de R$ 86,6 milhões e devem gerar 1.615 empregos

Dayanne Santana | Sedec-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
O Conselho de Desenvolvimento Empresarial (Cedem) aprovou nesta quinta-feira (13.04), 34 cartas consulta para financiamentos de projetos junto ao Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste – FCO/Empresarial, via Banco do Brasil e Sicredi. Os empreendimentos devem gerar 1.615 empregos, sendo 481 diretos e 1.134 indiretos.

Os projetos aprovados são, na maioria, de pequenas e médias empresas em segmentos de atuação variados como, educação, saúde, transporte de cargas, assistência técnica rural, comércio atacadista e varejista, e devem ser aplicados na aquisição de máquinas e equipamentos, veículos, móveis e utensílios, e construção civil.

A dispensa da exigência de carta consulta na linha do FCO Empresarial para financiamento de capital de giro dissociado às micros e pequenas empresas, bem como o financiamento de capital de giro dissociado às médias e grandes empresas no FCO Empresarial, permanecem válida para 2017.

A finalidade dessa linha é amparar gastos gerais relativos à administração do empreendimento, exceto a amortização e/ou liquidação de empréstimo e/ou financiamento no Sistema Financeiro Nacional.

Inclusão de produtos

Os conselheiros aprovaram ainda, a inclusão de 20 produtos de material de construção com descrição e respectivo NCM que terão o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) reduzido. A lista foi elaborada por um Grupo de Trabalho formado pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e de Fazenda (Sefaz), e representantes do setor.

O incentivo fiscal será concedido às empresas que possuem a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) de material de construção, cujos produtos e mercadorias fazem parte dessa lista. Essa relação ainda não está finalizada e continuará sendo construída pelo grupo de trabalho, passando a vigorar após a aprovação do Cedem.

Pró-Leite

O Cedem aprovou o enquadramento de uma empresa no Programa Pró-Leite, de acordo com a Lei nº 7.608/2001 e Decreto nº 897/2017, para concessão de benefício fiscal. O Programa tem como objetivo promover e estimular a indústria do leite dentro dos mais altos padrões de sustentabilidade social, ambiental e econômica, em conformidade com as crescentes demandas da sociedade em geral e dos consumidores nacionais e internacionais, oferecendo incentivos fiscais àquelas indústrias e, também, as de máquinas, equipamentos, instalações, embalagens e insumos voltadas ao agronegócio do leite, instaladas em Mato Grosso.

Prodeic

Durante a reunião do Cedem, quatro empresas tiveram o pedido de enquadramento no Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Prodeic), aprovados pelo Conselho. Uma empresa teve o pedido de inclusão de produtos e revisão de percentual aprovados pelos conselheiros. Um pedido de manutenção parcial do benefício também foi aprovado.

Foram aprovadas 14 suspensões do programa, sendo que duas delas a pedido das empresas. As resoluções referentes as deliberações do Cedem serão publicadas no Diário Oficial do Estado nos próximos dias.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

New Deal no Brasil

Bairro simples da periferia. O cheiro de café ainda estava pela cozinha e transpunha a sala com móveis simples, um sofá velho e uma antiga televisão que tinha em cima dela algumas xícaras, daquelas que têm o...

 

Enquete

Se a eleição para presidente tivesse Jair Bolsonaro e Sérgio Moro como candidatos, em quem você votaria?

 
 
 
Sitevip Internet