Notícias / Negócios

23/03/17 às 16:51

Seguro de viagens para crianças

Susana Rivas

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Seguro de viagens para crianças

Foto: Divulgação

Viajar com crianças não deve ser uma dor de cabeça. Nunca. Pode se tornar às vezes complicado, porque as crianças necessitam outro tipo de cuidados e mais atenção do que uma pessoa adulta, mas nunca uma dor de cabeça. Veja essas dicas que ajudarão você a organizar usa viagem com crianças de forma efetiva e sem problemas.

Uma das coisas a levar em conta na hora de viajar com meninos é contar com um bom seguro de viagem. Convém ficar informado sobre quais fornecedores desse tipo de serviços estão no Brasil. Por exemplo, a AssistCard tem presença no país e mais de 40 anos de experiência no mercado.

Você também deve ter em consideração que tipo de documentos são necessários levar ou ter atualizados. Dê uma olhadinha aqui nesse vídeo para que fique sabendo.
 
Por que se deve contratar um seguro de viagem?

 A resposta é simples: Quando se viaja com pequenos, estão mais expostos a sofrer algum acidente durante as férias, porque criança nunca está quieta, ficando pulando daqui para lá, curtindo e descobrindo tudo! Os seguros estão pensados para casos de acidentes, sejam graves ou não, ou acidentes cotidianos como lesões menores, cortes, etc. de férias, faça uma pesquisa de mercado para comparar as melhores ofertas e assim poder.

Antes de comprar os bilhetes para o destino  comprar aquele seguro que melhor se adapte às suas necessidades pessoais e financeiras.

Pense que também, se viajam outros membros da família, alguns seguros oferecem descontos especiais para grupos familiares. Agora bem, se as crianças viajam sozinhas ou como parte de um grupo de excursão, também há opções de seguro por tempo específico, que dependem do tempo que dure a viagem.

Se viajar para praticar algum esporte, por exemplo, durante a temporada de inverno se viaja para praticar esportes relacionados com a neve como o esqui, o snowboard, entre outros; pesquise antes se o seguro que tem em mente contratar cobre esse tipo de atividades não tradicionais. Convém entrar em contato com um corretor de seguros para tirar essas dúvidas.

Se está pensando em fazer uma viagem para o Velho Continente, há um seguro de viagem que cobre os países que fazem parte do Tratado de Schengen, já que esses países o exigem.

Que outras coisas deve levar em conta?

 Se viaja em família, isto é, com seu cônjuge, não precisa de uma autorização dele ou dela; mas se viaja sozinho com a crianças ou as criança, deve preencher um formulário de autorização de viagem, documento que está disponível em formato PDF nesse endereço.

Deverá preencher dois formulários: um ficará arquivado na Polícia Federal no aeroporto, no momento que tenha que fazer o embarque, e o outro ficará com você. Só não perca! Uma coisa que deve saber também sobre o formulário é que tem que ter assinatura reconhecida em algum cartório. Burocracia necessária, mas útil.

É importante adquirir um seguro de viagem, já temos dito isso, mas queremos ressaltar sua importância mais uma vez. Por que? É necessário ter cobertura internacional caso você, algum familiar ou um dos seus filhos tenha algum problema de saúde estando de viagem.

Embora a maioria dos seguros são comprados para não ser usados, o que é o ideal, é melhor ficar tranquilo sabendo que está coberto internacionalmente em caso de emergência. Além disso, há países que exigem contar com seguro. Nunca viaje sem seguro, e mais se viaja com suas crianças.

Agora bem, tem outras coisas a levar em conta na hora de viajar para o exterior do Brasil. Deve fazer mais pesquisas sobre o lugar que você deseja conhecer. É necessário visto? Vacinas específicas? Medicamentos? Dependendo do tempo que você estiver no local de destino, deve saber com antecedência que precisa.

Também deve se fazer estas perguntas: Que tipo de clima fará? Quanta roupa e de que tipo será necessário levar? Sabemos que parecem perguntas obvias, mas às vezes o obvio é o menos visível. Além disso, você estará pensando somente em chegar já ao seu destino, assim que talvez esqueça de coisas tão básicas como o tipo de clima.

Viajar com crianças tem também outro tipo de especificações que devem ser consideradas, por exemplo, se viaja com bagagem de mão, que pode levar, que seja estritamente necessário e que não pese muito.

Se corre o risco de levar coisas de mais, porque talvez sejam necessárias ‘’em caso de’’. A experiência tem confirmado que sempre esse famoso ‘’em caso de’’ termina sendo peso desnecessário que você carregará durante toda a viagem, de ida e de volta. No mundo globalizado de hoje, tudo pode ser comprado no destino, e até em pequenas quantidades, tipo ‘’viagem’’. Não carregue peso demais.

Essa dica é mesmo útil na hora de comprar um voo com conexões. Se tiver que fazê-las, tente planejar os horários das mesmas, quando for possível.  Viajar com crianças é cansativo para tanto os pais como os próprios meninos, então se puder organizar os horários dos voos de conexão, seria ideal. Nem muito tempo entre uma e outra e nem pouquíssimo.
  • Seguro de viagens para crianças
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Evandro Carlos

Mauro Mendes, seu plano era “iludir”? Que pena, o meu era te fazer feliz!!!

A música Milu, do cantor mineiro Gustavo Lima, é um dos grandes hits da musica nacional da atualidade, nela o interprete conta a historia de alguém que vive iludido, lembrando que quem cai uma vez, cai três, mas que ele...

 
 
 
 
Sitevip Internet