Notícias / Negócios

19/03/17 às 15:11

Trabalhando há 20 anos no ramo, cuiabana chega a vender 700 quilos de bolo por mês

Isabela Mercuri, Olhar Coneito

Edição para o AguaBoaNews, Clodoeste Kassu

Imprimir Enviar para um amigo
Trabalhando há 20 anos no ramo, cuiabana chega a vender 700 quilos de bolo por mês

Bruna, filha, e Maria Aparecida, mãe, proprietárias do Sabor Mari

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Maria Aparecida Oliveira Silva, 51, sabe bem o que é trabalhar duro. Há vinte anos fazendo bolos para vender, a cuiabana – que há seis conseguiu abrir a doceria Sabor Maria, em um terreno ao lado de sua casa – já perdeu as contas de quantas vezes ficou vinte e quatro horas trabalhando sem parar. Nos dias mais difíceis, chegou a 36. O resultado veio: atualmente, ela chega a vender 700 quilos de bolo por semana.

Cida, como é conhecida pelos amigos e clientes, não fez nenhum curso de confeitaria. “Tudo o que eu aprendi foi testando, fazendo, errando. Já cheguei a jogar bolos inteiros fora, perder mais dinheiro do que ia ganhar, porque eu não entrego se não estiver bom”, contou a empresária ao Olhar Conceito.

Sua história com as sobremesas surgiu há vinte anos, quando suas duas filhas eram pequenas. “Eu queria ficar em casa para cuidar delas, e comecei a fazer salgados para vender. Fiquei fazendo salgados por um tempo, e depois passei para os bolos, e aí que deu certo mesmo”.




Segundo Cida, além de sua dedicação, o diferencial de seus produtos são os ingredientes. “Tudo o que usamos é natural, não tem nenhum conservante, não tem nada artificial. Se vamos fazer um bolo de maracujá, por exemplo, não compramos a garrafa de suco, compramos o próprio maracujá, extraímos o suco, e usamos a polpa para fazer a calda”, garante.


Bolo de quatro leites com chocolate (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

Dentre os sabores preferidos dos clientes estão o bolo de quatro leites (mousse feito com creme de leite, leite condensado, leite ninho e leite de coco), que pode ser combinado com qualquer outro (como chocolate ou abacaxi) e o bolo mesclado de sonho de valsa, feito com massa de chocolate, recheio de brigadeiro leve e cobertura de marshmallow com sabor de sorvete, ganache de chocolate, raspas de chocolate e o bombom inteiro para decorar. Ambos custam R$49 o quilo.


Os preços dos bolos da Sabor Maria variam de R$45 a R$70, e, além disso, Cida também faz pasteis, bolo de queijo cuiabano, sobremesas em geral (que unem os recheios de seus bolos) e docinhos, dos mais simples como brigadeiros, camafeus, e beijinhos, até os mais diferentes, como a tacinha de cheesecake de goiabada, os mini cupcakes e as trouxinhas de nozes com miçanga dourada e fita de cetim.


Apesar de a maior procura ser pelos doces mais tradicionais, o Sabor Maria tem em seu cardápio opções mais sofisticadas, como o bolo de damasco com nozes e os bem-casados feitos com recheio de damasco e banhados no chocolate. Os bem casados, inclusive, são feitos também com recheio tradicional (doce de leite e creme), creme e chocolate.

Linha fit

As filhas de Maria Aparecida, razão de a mãe ter começado a cozinhar, cresceram e se formaram. Uma delas, Bruna Silva, trabalha no Sabor Maria e desenvolveu uma linha de produtos fit, feitos sem açúcar, sem glúten e sem lactose.

Dentre as opções estão: bolo de cacau com cobertura de brigadeiro, bolo de cenoura com cobertura de brigadeiro, torta de banana funcional, ‘bolo pelado’, além de pães, tortas salgadas e salpicão. “Na verdade, se o cliente pedir nós conseguimos fazer quase todos os sabores dessa forma”, afirma Cida.

Atualmente, a empresária trabalha com outros sete funcionários, e todos têm pelo menos dois anos de experiência na empresa. “Eu sou muito perfeccionista, e no início tinha dificuldade de delegar funções, queria fazer tudo eu mesma. Mas depois ficou impossível. Hoje, por exemplo, só eu e mais uma funcionária que recheamos o bolo, porque na hora de fazer o recheio eu consigo ver se a massa está boa, se o recheio está bom, tudo”, explica.

Além disso, Cida faz questão de explicar que o processo é demorado: primeiro ela faz a massa do bolo, depois deixa esfriar na geladeira por algumas horas, para por último fazer a cobertura e a decoração. Nos mínimos detalhes vai se criando a excelência, e, assim, ela conquista sua clientela no dia a dia.

Serviço
Sabor Maria
Rua Professor Feliciano Galdino Nº 400, Porto
Telefone: (65) 3623-8322
Atendimento: Segunda a sexta, das 7h30 às 12h e das 13h às 19h; Sábados das 7h às 16h
Informações: FAN PAGE e INSTAGRAM
  • Trabalhando há 20 anos no ramo, cuiabana chega a vender 700 quilos de bolo por mês
  • Trabalhando há 20 anos no ramo, cuiabana chega a vender 700 quilos de bolo por mês
  • Trabalhando há 20 anos no ramo, cuiabana chega a vender 700 quilos de bolo por mês
  • Trabalhando há 20 anos no ramo, cuiabana chega a vender 700 quilos de bolo por mês
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

Vinho chileno com sabor de rebeldia

Já fui melhor nisso. Uns dez anos atrás, eu era um apreciador de vinhos. Na época, isso era uma espécie de moda, e, de todos os vinhos, o que eu menos apreciava era o chileno. Talvez em razão do meu paladar mais...

 
 
 
 
Sitevip Internet