Notícias / Agronegócios

04/08/15 às 12:23

Governo e produtores discutem fechamento de frigoríficos em Mato Grosso

Nos últimos dezoito meses, nove frigoríficos foram desativados em Mato Grosso. Apenas 64% das plantas frigoríficas do estado estão em operação.

Assessoria

Imprimir Enviar para um amigo
Presidentes de Sindicatos Rurais e produtores de várias regiões se reuniram  na sede da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) para discutir sobre o mercado da pecuária de corte e os fechamentos de plantas frigoríficas. O encontro teve a participação do vice-governador, Carlos Fávaro, e do presidente do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT), Guilherme Nolasco. "O objetivo da reunião foi esclarecer o momento que passa a pecuária de corte com a queda de preços e fechamento de plantas frigoríficas de Mato Grosso. Somos um dos elos da cadeia produtiva e precisamos entender e dar sugestões para resolver este problema tanto aos Poderes Legislativo e Executivo, como também aos frigoríficos", afirmou o presidente do Sistema Famato/Senar, Rui Prado.

Nos últimos dezoito meses, nove frigoríficos foram desativados em Mato Grosso. Somente no primeiro semestre deste ano, sete unidades foram fechadas nos municípios de Sinop, São José dos Quatro Marcos, Cuiabá, Mirassol D’Oeste, Matupá e Rondonópolis (duas unidades). Apenas 64% das plantas frigoríficas do estado estão em operação.

Segundo o vice-governador, a pecuária é um setor muito importante para Mato Grosso e o governo está disposto a dialogar sobre o assunto. "A crise dos frigoríficos é uma crise que o governo do estado deve e vai atuar com políticas públicas que buscam corrigir as distorções, reabrir as plantas, trazer competitividade e os empregos de volta", disse.

Participaram da reunião os presidentes de sindicatos Ricardo de Arruda (Cuiabá), Antônio Carlos Carvalho de Sousa (Santo Antônio de Leverger), Silvesio de Oliveira (Tapurah), Alessandro Casado (São José dos Quatro Marcos), Thomas Correia (Paranatinga), Benedito de Almeida (Nossa Senhora de Livramento), Aparecido Rodrigues (São José do Rio Claro), Endrigo Dalcin (Nova Xavantina) e Arlindo Cancian (Canarana). Além disso, participaram os representantes de sindicatos Elso Pozzobon (Sorriso), Ademar Pavini (Juruena) e José Eduardo Bobroff (Chapada dos Guimarães).
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet