Notícias / Política

27/12/16 às 18:11 / Atualizada: 27/12/16 às 19:09

Bezerra propõe lei que prevê licença-menstrual de 3 dias

RDNews

Edição para Água Boa News, Clodoeste Kassu

Imprimir Enviar para um amigo
Bezerra propõe lei que prevê licença-menstrual de 3 dias

Texto proposto pelo deputado Carlos Bezerra prevê que mulheres fiquem até 3 dias fora do serviço

Foto: Gilberto Leite/Rdnews

Enquanto o presidente Michel Temer (PMDB) patrocina uma minirreforma para flexibilizar regras trabalhistas, o deputado federal Carlos Bezerra (PMDB) tenta mudar a CLT para que mulheres tenham o direito de se afastar do trabalho durante o período menstrual. O texto, apresentado na última quarta (21) pelo parlamentar, prevê que empregadas fiquem fora do serviço por até três dias.

O empregador poderia cobrar depois a compensação dessas horas, de modo que não haveria prejuízo para nenhuma parte, segundo Bezerra, pois a “força de trabalho feminina [estaria] sempre no melhor nível de produtividade”.

De acordo com o deputado, um estudo elaborado no Brasil constatou que aproximadamente 65% das mulheres sofrem de dismenorreia (nome científico da cólica menstrual) e cerca de 70% enfrentam problemas no trabalho causados pelas cólicas e por outros sintomas associados, como cansaço, inchaço nas pernas, enjoo e diarreia.

O próprio autor usa o termo “licença-menstrual” na justificativa do Projeto de Lei 6.784/2016. Ele afirma que o benefício “tem respaldo científico e é defendido por médicos”, como o ginecologista inglês Gedis Grudzinskas, e já existe há décadas em países asiáticos, como Japão e China, com base em reportagem do jornal Folha de S.Paulo. Se aprovada, a proposta acrescentaria um dispositivo na Consolidação das Leis do Trabalho no trecho que trata da jornada da mulher (artigo 373). (Com informações de ConJur)
Imprimir Enviar para um amigo

comentar3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Hingrid, em 28/12/16 às 09:41

    Para nossas avos, mães, tias nunca precisaram de licença-menstrual e olha que trabalhavam, se continuar desta maneira até para peidar terá horas de licença. Não sei como um cara destes ainda consegue se eleger e DEPUTADO FEDERAL.

  • por sidney felipe da silva, em 28/12/16 às 08:25

    so um idiota como este para criar uma lei como esta.pois vai ser a moir castratofe do pais as empresas nao vao mais contratar funcionarios do sexo femenino. o nossso pais esta muito mal representado na classe politica, e uma vergonha.

  • por Indignada, em 27/12/16 às 21:08

    Bezerra vai pentear macaco,vergonha para um deputado apresentar um projeto destes.

 
 

veja maisArtigos

Eduardo Gomes de Andrade

De mundo melhor

Manso, o fogo sapecava as cascas das árvores tortas do cerrado mato-grossense e engolia o capim nativo. No processo natural ambiental, em poucos dias o verde espalhava-se pelo chão no renovado capim e subia ao topo das lixeiras e das...

 
 
 
 
Sitevip Internet