Notícias / Educação

02/08/15 às 21:35

Docentes da UFMT aceitam contraproposta do Fórum dos SPF’s

Adufmat

Imprimir Enviar para um amigo
Os professores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) aprovaram, em assembleia geral realizada nessa sexta-feira, 31/07, a contraproposta elaborada pelo Fórum dos Servidores Públicos Federais (SPF’s) para apresentar ao governo: reajuste linear de 19,7% em uma única parcela para 2016. No entanto, reafirmaram que o índice salarial não é principal motivo da greve.
 
Apesar de algumas críticas e propostas diferentes, os docentes entenderam que o Movimento deve se posicionar, antes de tudo, contra a prática de parcelamento da reposição. O índice de 19,7% (que contribui na unidade com os demais servidores federais em greve) está abaixo do ideal, mas diante da inflexibilidade do governo, a categoria entendeu que a redução pode facilitar o diálogo.
 
Os professores observaram que a greve não se restringe à reposição salarial. Há uma pauta com foco, essencialmente, no encerramento dos cortes feitos à educação pública e às terceirizações. Já são mais de R$ 10 bilhões retirados só em 2015.
 
“O Comando Nacional de Greve tem claro que, mesmo acordando um índice com o governo, a greve não se encerrará. Nós temos uma pauta de reivindicações que vai além disso. Não estamos parados por salário. Estamos parados porque a universidade pública corre o risco de ser extinta”, disse a professora Ivone Ferreira, que representou o Comando Local de Greve (CLG) em Brasília na última semana.
 
Em suma, a greve continua sendo um movimento de resistência dos professores à privatização e ao sucateamento do serviço público.
 
Outras deliberações
 
Na assembleia desta sexta-feira, os professores debateram a votaram a indicação de delegados para o Comando Nacional de Greve, a partir do dia 01/08, e para o CONAD, que será em Vitória (ES) entre os dias 13 e 16/08.
 
Além disso, aprovaram a participação na Caravana do dia 06/08 em Brasília. Em virtude disso, o Balanço de Greve, evento cultural previamente marcado para a mesma data, foi remarcado para o dia 18/08. Também para o dia 18/08, será programado um dia de atividades de greve, com encontro sindical entre os campi (Cuiabá, Sinop e Araguaia), entrega da pauta interna e assembleia de greve.  
 
O CLG também deu informes sobre as últimas viagens à Brasília, Sinop e Barra do Garças, participação no ato em frente a UFMT no dia e duas mesas de debate no INSS: Análise de Conjuntura e Mundo do Trabalho no dia 28/07 e Sindicalismo e seus desafios no dia 30/07.
 
Apoitia, presente!
 
No final da assembleia, os professores fizeram uma homenagem ao colega Rubens Apoitia, que faleceu no dia 22/07. Apoitia vislumbrava uma sociedade mais igualitária. Sua vida foi movida por essa luta.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Coronavírus. Fé. Deus é Justo!

Deixamos de direcionar nossas metas de evolução e crescimento no âmbito da moral, e pior ainda, nos preocupamos com coisas materiais que não nos levam a nada, a não ser nos dar prazer e encantamentos, exaltando...

 
 
 
 
Sitevip Internet