Notícias / Nacional

17/11/16 às 13:06 / Atualizada: 17/11/16 às 15:49

Trabalhadores da Alimentação do Centro-Oeste definem prioridades para a categoria em 2017

Encontros regionais cumprem resolução nacional aprovada recentemente no VI Congresso da CNTA. Iniciativa atingirá cerca de 200 mil trabalhadores na região

Assessoria

AGUA BOA NEWS

Imprimir Enviar para um amigo
Trabalhadores da Alimentação do Centro-Oeste definem prioridades para a categoria em 2017

Foto: Assessoria

A Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins) irá realizar, nos dias 22 e 23 de novembro, o Seminário Regional da Categoria Profissional da Alimentação no Centro-Oeste. O objetivo do encontro é discutir a aplicação da resolução nacional do VI Congresso da CNTA e definir prioridades específicas para os Estados de Mato Grosso do Sul (MS), Mato Grosso (MT), Goiás (GO) e Distrito Federal (DF). O evento acontecerá em Cuiabá (MT) e deverá reunir aproximadamente 80 dirigentes de sindicatos e federações. Na ocasião, será lançada a pesquisa Raio X da Alimentação no Centro-Oeste, produzida pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) a pedido da CNTA Afins.
 
Documento que norteará as ações da categoria para os próximos quatro anos, a resolução do VI Congresso da CNTA, aprovada em agosto, define diretrizes e posicionamentos unificados sobre questões que preocupam os 1,6 milhão de trabalhadores no País e o movimento sindical. Alguns exemplos são: a terceirização na atividade-fim, a reforma previdenciária, o custeio sindical e o alto índice de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais nas indústrias.

Primeiro encontro regional da CNTA, o seminário deverá abordar temas, como a rotatividade no mercado de trabalho e a redução da geração de vagas, principalmente, no setor de bebidas e de produtos alimentícios no Centro-Oeste. Apesar de liderar o ranking regional em número de trabalhadores, com 90,7 mil empregados, Goiás apresenta os piores salários por setores. Atualmente, Mato Grosso possui 47,2 mil trabalhadores; Mato Grosso do Sul 44,9 mil, e Distrito Federal 11,6 mil.
 
De acordo com o presidente da CNTA Afins, Artur Bueno de Camargo, o evento tem como importância a definição de estratégias para o enfrentamento dos desafios da atual conjuntura econômica e política do Brasil, além de abusos praticados por empresas globais, como a Ambev e a BRF. Segundo ele, a categoria sofre com demissões, falta de avanço nas negociações coletivas, pressões psicológicas por metas agressivas, assédio moral, falta de benefícios e desigualdade de remuneração entre homens e mulheres.
 
"Nossa intenção é contribuir com o fortalecimento das entidades sindicais para resistirmos aos ataques dos poderes econômico, Executivo e Legislativo, cumprindo cláusulas e prazos aprovados em nosso último congresso. Sabemos da crise pela qual o País passa, mas não deixaremos que os patrões se utilizem dela como desculpa para descumprir deveres e desrespeitar direitos assegurados à classe trabalhadora", comenta.
 
Panorama

Pesquisa inédita do DIEESE, o Raio X da Alimentação no Centro-Oeste faz um panorama do desenvolvimento do setor entre 2011 e 2015, com base na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho. O estudo traça o perfil dos trabalhadores (escolaridade, gênero, outros), com análise da evolução da geração de vagas e remuneração média por setor de atividade: pesca e aquicultura, fabricação de produtos alimentícios, bebidas e fumo.
 
Em 2015, houve redução do número de trabalhadores nas indústrias da Alimentação na região Centro-Oeste: eram 194.490 empregados em 31 de dezembro de 2015, contra 198.221 no mesmo período do ano anterior. Foram fechados, portanto, 3.661 postos de trabalho (-1,8%). Tal queda, contudo, não foi uniforme. Enquanto no DF (851) e MS (436) registrou-se expansão do emprego no período, em GO (-1472) e MT (-3476) houve recuo. Do mesmo modo, se por um lado Fabricação de Produtos do Fumo (24) e Pesca e Aquicultura (104) registraram altas, por outro, Fabricação de Produtos Alimentícios (-2937) e Fabricação de Bebidas (-852) caíram. Ainda segundo a pesquisa, a remuneração média destes trabalhadores, no mês de dezembro de 2015, era de R$ 1.844,20.
 
Perfil
 
Homens, jovens, com nível médio de escolaridade predominam o trabalho nas indústrias alimentícias do Centro-Oeste, segundo a pesquisa. Em 2015, homens e mulheres representavam, respectivamente, 68,1% e 31,9% da mão de obra do setor, concentrando, em sua maioria, trabalhadores de 18 a 29 anos: 41,5% do total.
 
O nível de escolaridade chama a atenção, já que 49% dos trabalhadores têm pelo menos o ensino médio completo, sendo que 10% deste total possui ensino superior. De acordo com a análise da rotatividade de trabalho, o estudo aponta que 31,7% dos trabalhadores estão a menos de um ano em seu posto de trabalho. Já quanto à remuneração, a pesquisa constatou que em média, a mulher ganha 32% a menos que os homens, sendo a variação de
R$ 1.391,15 contra R$ 2.056,22. 
 
Programação:
22 de novembro
14h – abertura
 
23 de novembro
Das 8h às 12h – debates para cumprimento das cláusulas da resolução, com definição das prioridades para região;
 
Das 13h às 18h – forma de atuação conjunta dos sindicatos, federações e confederação, além dos representantes do comitê eleito no Congresso, dos Estados da região centro-oeste, para fortalecimento das entidades sindicais, objetivando resistir aos ataques dos poderes econômico, Executivo, Legislativo e cumprimento das cláusulas e prazos aprovados.
 
Número de trabalhadores por Estados:
São Paulo - 410.675
Paraná - 193.653
Minas Gerais - 175.899
Rio Grande do Sul - 141.819
Santa Catarina - 115.410
Goiás - 90.736
Pernambuco - 80.710
Alagoas - 62.801
Rio de Janeiro - 56.801
Ceará - 48.033
Mato Grosso - 47.264
Bahia - 45983
Mato Grosso do Sul - 44.920
Pará - 29.489
Espírito Santo - 23.204
Paraíba - 20.344
Rio Grande do Norte - 19.297
Rondônia - 17.079
Sergipe - 12.423
Distrito Federal - 11.640
Maranhão - 10.529
Amazonas - 10.031
Piauí - 9.626
Tocantins - 9.015
Acre - 3.291
Amapá - 1.243
Roraima - 1.032
Total - 1.692.947
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Luana Soutos

Um povo que não conhece sua história está fadado a padecer no passado

É triste um povo que não conhece a sua própria história. Há cem anos, vivíamos a maior Greve Geral já registrada no nosso país. Milhares de trabalhadores paralisaram suas atividades, em...

 
 
 
 
Sitevip Internet