Notícias / Meio Ambiente

19/10/16 às 20:13

Após dois anos, Rede de Sementes do Xingu realiza 2ª Expedição

Rafael Govari - ISA

Edição para Agua Boa News, Michel Franck

Imprimir Enviar para um amigo
Após dois anos, Rede de Sementes do Xingu realiza 2ª Expedição

Grupo percorre as áreas recuperadas da fazenda São Roque em Canarana durante a 1ª Expedição.

Foto: Dannyel Sá - ISA

Uma das importantes ações dentro do calendário da Rede de Sementes do Xingu irá acontecer nos dias 05, 06 e 07 de novembro na região Xingu Araguaia de Mato Grosso. É a 2ª Expedição da Rede de Sementes do Xingu, uma iniciativa que reunirá mais de 50 pessoas e que irá percorrer toda a cadeia de produção, beneficiamento e plantio de sementes florestais.

A articuladora da Rede, Bruna Ferreira, disse que o objetivo principal da Expedição é mostrar o trabalho da Rede de Sementes do Xingu para coletores, financiadores, outras redes e atores envolvidos com a cadeia. “É um momento muito importante para conhecer esse funcionamento da Rede de Sementes do Xingu, que é referência nacional na produção de sementes florestais”, falou Bruna.

No dia 05, a programação inicia com o encontro dos participantes da Expedição na Chácara Jatobá, em Canarana, para conhecer o histórico da Campanha Y Ikatu Xingu, iniciativa que deu origem à Rede de Sementes do Xingu. Na parte da tarde será visitada a Casa de Sementes, onde são armazenadas as sementes, a qual funciona em anexo ao Viveiro Municipal de Canarana. Será feita a explicação sobre a muvuca, técnica de plantio direto de sementes florestais.

No dia 06 de novembro, a programação prossegue com visita em uma área de coleta localizada na Terra Indígena Pimentel Barboza, da etnia Xavante. Além de visitarem a área, os participantes irão conhecer a metodologia de coleta do grupo e como os indígenas beneficiam as sementes de sua cesta de coleta, entre eles o baru, o jatobá e o murici. O dia termina com uma noite cultural com a feira de troca de sementes e a participação da comitiva e dos indígenas.

No dia 07, término da Expedição, os participantes irão conhecer áreas de restauro florestal na fazenda Rancho 60, localizada no município de Bom Jesus do Araguaia. A fazenda possui várias áreas de restauro com diferentes idades e estágios de desenvolvimento. Na oportunidade, será realizado o plantio em uma nova área utilizando a técnica muvuca a partir da semeadura direta com maquinário agrícola.

Bruna Ferreira explicou que os locais a serem visitados são estratégicos. A Casa de Sementes de Canarana é a principal e funciona em anexo ao Viveiro Municipal, possibilitando conhecer desde o armazenamento à produção de mudas. Na primeira Expedição, a área de coleta visitada foi do grupo de Nova Xavantina, mas desta vez será dentro da TI Pimentel Barbosa, para conhecer a organização indígena. “E a área de plantio foi escolhida por ser um parceiro histórico da Campanha e da Rede desde 2007 com diversas áreas de restauro”, disse Bruna.
  • Após dois anos, Rede de Sementes do Xingu realiza 2ª Expedição
  • Após dois anos, Rede de Sementes do Xingu realiza 2ª Expedição
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Pessoas que estavam lá!

Alguns têm certeza. Outros não acreditam. A maioria suspeita de que possa existir, e outros tantos preferem não se questionar. Estou falando de vidas...

 
 
 
 
Sitevip Internet