Notícias / Policial

30/07/15 às 13:06

ÁGATA IX: Forças de Segurança realizam grande operação na região de fronteira

LUZIA ARAÚJO Assessoria/Sesp-MT

Imprimir Enviar para um amigo
Uma grande operação de prevenção e repressão a crimes está sendo realizada há uma semana na região de fronteira entre o Brasil e a Bolívia. Na última terça-feira (28.07), o secretário executivo de Segurança Pública, Fábio Galindo Silvestre, esteve no município de Cáceres, para acompanhar de perto o andamento da operação Ágata IX, deflagrada pelo Exército Brasileiro com apoio das forças da Segurança Pública estadual e federal.

Em Cáceres, o secretário executivo se reuniu na sede do 2º Batalhão de Fronteira com o Chefe do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), general do Exército José Carlos De Nardi, o Comandante Militar do Oeste, General de Exército Paulo Humberto César de Oliveira, Comandante da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, General de Brigada José Carlos Braga de Avelar e outros 21 militares e autoridades policiais da região de fronteira.

Durante o encontro, as autoridades tiveram acesso às informações sobre o andamento da operação. Em seguida, sobrevoaram os postos de fiscalização da operação e fizeram uma rápida parada no destacamento de Corixa, distante 80 quilômetros da cidade boliviana de San Matias.

Segundo Fábio Galindo, a operação se destaca pela presença do efetivo na região de fronteira. “Essa ação traz efeitos positivos no aspecto de defesa nacional e de patrulhamento na fronteira e, principalmente, para a Segurança Pública, pois encurrala as organizações criminosas de tráfico de drogas e armas, cortando suas vias de acesso e interceptando seus modus operandi”, disse.

O secretário destacou ainda que, a atuação no modelo de integração entre várias agências, permite um intercâmbio da doutrina de operações, intercâmbio de informações relevantes da área de inteligência, além do conhecimento entre as instituições, criando uma rede de relacionamento e confiança. O general De Nardi também destacou que o diferencial da operação Ágata é a atuação entre várias agências de Defesa e Segurança Pública do Estado e Federal.

A operação Ágata promove a interação e integração das forças armadas, por meio do Estado Maior Conjunto formado pelo Exército Brasileiro, Marinha e Aeronáutica, outras agências do nível Federal como Polícia Federal, Receita Federal e Polícia Rodoviária Federal, somada à Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso e todas as suas unidades integradas (Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros e Politec), além do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) e o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

 
O resultado da operação Ágata IX será divulgado pelo Exército Brasileiro. 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Jesus pode até voltar...

   “Se me amais, guardai os meus mandamentos; e eu rogarei a meu Pai e ele vos enviará outro Consolador, a fim de que fique eternamente convosco: – O Espírito de Verdade, que o mundo não pode receber...

 
 
 
 
Sitevip Internet