Notícias / Policial

29/07/15 às 11:53 / Atualizada: 30/07/15 às 00:01

Polícia Civil conclui inquérito de homicídio em Canabrava do Norte com a prisão de suspeitos

Assessoria

Imprimir Enviar para um amigo
A Polícia Judiciária Civil de Canabrava do Norte  concluiu em menos de 10 dias o inquérito policial instaurado para investigar um crime de homicídio, que tem como principais suspeitos um trabalhador rural e um suplente a vereador do município. Ao final da investigação, os dois suspeitos presos em flagrante tiveram as prisões convertida em preventiva. O procedimento foi relatado e encaminhado ao Poder Judiciário.
 
Os acusados, Lessandro Gomes dos Santos, apontado como executor do crime, e o suplente a vereador, José Benedito de Santana, conhecido como “Bacana”, foram indiciados pelos crimes de homicídio e porte ilegal de arma de fogo.
 
O crime aconteceu no dia 17 de julho deste ano, no Distrito Primavera do Fontoura. Na ocasião, Aurino Barros da Silva, foi morto por um tiro de arma de fogo disparado de uma espingarda calibre 28. Nas investigações, o trabalhador rural Lessandro foi identificado e preso em flagrante como autor do homicídio.
 
Logo em seguida, a Polícia descobriu a participação do suplente a vereador, José Benedito, que incentivou Lessandro a praticar a ação criminosa, além de ter ajudado o assassino a esconder a arma de fogo e fugir. Ele também foi preso em flagrante.
 
Conforme o delegado de polícia, Marcelo Henrique Maidame, o crime foi motivado por uma briga entre Lessandro e a vítima, ocorrida há cerca de um ano atrás, em uma festa na cidade de Canabrava do Norte. Na ocasião, Lessandro acabou levando uma surra de cinto do Aurino Barros.    
 
Com base nas informações, ao final do inquérito policial, a Polícia Civil representou pela conversão do flagrante pela prisão preventiva deferida pelo Juiz da Comarca de Porto Alegre do Norte.
 
“A agilidade na prisão e elucidação do homicídio só foi possível pela dedicação dos investigadores de polícia, Fabio Gomes Teles e Elisângela Miranda Berigo, se não mediram esforços no desempenho para elucidar o caso”, disse o delegado de polícia Marcelo Henrique Maidame.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Coronavírus. Fé. Deus é Justo!

Deixamos de direcionar nossas metas de evolução e crescimento no âmbito da moral, e pior ainda, nos preocupamos com coisas materiais que não nos levam a nada, a não ser nos dar prazer e encantamentos, exaltando...

 
 
 
 
Sitevip Internet