Notícias / Política

23/07/16 às 22:36

Mato Grosso está vivendo um deserto político por falta de lideranças

Cícero Henrique - Caldeirão Político

Edição para Agua Boa News, Michel Franck

Imprimir Enviar para um amigo
Mato Grosso está vivendo um deserto político por falta de lideranças

Foto: Divulgação

Atento observador dos humores do eleitorado faço um vaticínio: Cuiabá e o estado se transformaram num deserto político em que, sem novas lideranças com apelo eleitoral, desde a derrocada de quase todos os grupos que dominaram a cena nos últimos 30 anos.

O governador de Mato Grosso Pedro Taques(PSDB) conseguiu neutralizar o ex-deputado estadual José Riva e o ex-governador Silval Barbosa, que se encontra preso.

Só não atingiu o ex-senador Jayme Campos por que está quase morto politicamente, e caso o senador Wellington Fagundes (PR) venha se confirmar como candidato ao governo, o seu protegido Sinésio deve ser o próximo alvo, assim atinge em cheio e neutraliza o senador.

O deputado federal Carlos Bezerra, com sua idade avançada, não incomoda as pretensões de  Pedro Taques. O mesmo ocorre com o vice-governador Carlos Fávaro (PSD), que só entrou na política com as bençãos do seu chefe.

As exceções são o ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP) e o próprio governador de Mato Grosso, Pedro Taques. Ambos são referências nas suas áreas, Maggi no agronegócio e Taques como legalista. Os dois tem sido destaque na midia nacional.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Luis Gonzaga Domingues, em 24/07/16 às 14:25

    Na realidade não existe deserto polítlco algum, mas pessoas que não sabem teorias sobre política, economia, etc. As pessoas que possuem conhecimento científico não se envolvem com politica partidária por que a sociedade é despoletizado e não valoriza quem tem conhecimento. Os políticos na sua maioria são o espelho da sociedade em que vivemos, ou seja, não valorizam ética e muitos o respeito ao bem público. Portanto, a maioria das pessoas gostam de políticos psicopatas.

 
 

veja maisArtigos

Eduardo Gomes de Andrade

De figuras menores

Maior espetáculo da terra não é título fácil e mais difícil ainda é mantê-lo décadas após décadas neste planeta competitivo onde a duras penas o Brasil consegue poucas...

 
 
 
 
Sitevip Internet