Notícias / Governo de MT

21/07/15 às 11:02

Cuiabá: Hospital São Benedito inicia atendimento nesta terça (21)

Governo concederá repasse mensal de R$ 2 milhões para custeio da unidade

THIAGO ANDRADE Redação/ Gcom-MT

Imprimir Enviar para um amigo
Diagnosticada como o principal problema do Estado, a saúde é o foco central do programa Transforma Mato Grosso e uma das medidas adotadas pelo Governo de Mato Grosso é auxiliar no custeio do Hospital São Benedito, em Cuiabá. A unidade começa a realizar os atendimentos nesta terça-feira (21.07).

O governador Pedro Taques explica que para resolver o problema da saúde de Mato Grosso é necessário um grande investimento na Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá. Por isso, além dos R$ 2 milhões mensais para ajudar no custeio do Hospital São Benedito, o Estado repassará mais R$ 500 mil por mês para investimentos em um novo hospital, totalizando R$ 2,5 milhões por mês.

Desde o início de 2015, foram inaugurados 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) nos hospitais regionais de Sinop e Rondonópolis. A partir desta terça-feira (21.07), serão mais 30 disponíveis no Hospital São Benedito, totalizando 50 novos leitos para atendimento intensivo no estado, destacou o governador, reafirmando o compromisso de melhorar a saúde pública em Mato Grosso.

A nova unidade da Capital conta ainda com 96 leitos de enfermaria, o que vai melhorar o fluxo de pacientes de outras unidades espalhadas pela região. Serão necessários R$ 7 milhões mensais para manter toda a estrutura do hospital, para isso a unidade terá apoio do Governo do Estado, do Ministério da Saúde, além da Prefeitura de Cuiabá.

O Hospital São Benedito faz parte de um novo arranjo planejado para a saúde em Mato Grosso. A unidade realizará cirurgias de alta complexidade em ortopedia, tratamento cardiovascular e neurológio e também cirurgias bariátricas (voltada para pacientes com obesidade mórbida). O funcionamento pleno se dará em três fases.

Mais investimentos

Além de ajudar no custeio do Hospital São Benedito, o Governo do Estado também assumiu o compromisso de repassar mais R$ 50 milhões para a construção do novo Pronto Socorro de Cuiabá. Os repasses mensais já foram iniciados e a ordem de serviço foi dada no dia 02 de junho. A unidade contará com 315 leitos e o prazo de conclusão é de 20 meses.

Já em Várzea Grande, Pedro Taques anunciou que o Estado ajudará a prefeitura a abrir a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da cidade. Os recursos, conforme afirmou o governador, serão destinados por quatro meses até que a UPA seja credenciada pelo Ministério da Saúde.

Após o credenciamento, o governador garantiu que o governo estadual continuará investindo na saúde da segunda maior cidade de Mato Grosso. O Estado trabalha para dobrar o atendimento no Hospital Metropolitano, localizado na região do Grande Cristo Rei.

Todas essas medidas constam no programa Transforma Mato Grosso, que compreende mais de três mil ações e um investimento de R$ 3 bilhões. O programa reconhece que a saúde é o principal problema que assola o mato-grossense.

Pra mudar essa realidade, o governo prevê, por exemplo, a aquisição de ambulâncias para atender os 141 municípios; regularização do fornecimento de medicamentos, com entrega imediata das demandas judiciais em domicílio; conclusão das Unidades Descentralizadas de Reabilitação (UDRs) em todos os munícipios e aquisição de equipamentos para as unidades existentes.

Ainda na saúde, o Acordo de Resultados determina o estabelecimento de convênio com o Consórcio Intermunicipal do Araguaia para custeio do Hospital Regional de Água Boa (a 730 km de Cuiabá), uma demanda antiga da região.

Taques também anexou ao acordo a implantação da política estadual de transplante. O documento ainda prevê a instalação do MT Laboratório no prédio do antigo Hospital São Thomé, em Cuiabá, após adequação e ampliação da estrutura.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet