Notícias / Meio Ambiente

15/07/15 às 08:53

Trechos de rodovias continuam interditados nesta quarta-feira em SC

G1 SC

Imprimir Enviar para um amigo

Rodovias no Oeste de Santa Catarina permanecem com bloqueios nesta quarta-feira (15) por danos causados pelas fortes chuvas que atingiram a área desde a madrugada desta terça-feira (14). Às 6h30, ao menos quatro techos em rodovias estaduais apresentavam problemas de tráfego, segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv).

Na SC-161, km 73, entre Flor do Sertão e Romelândia, o tráfego está totalmente bloqueado por trecho submerso pelo Rio Sargento. A previsão inicial de liberação era de 22h de terça, mas as águas não baixaram.

Já na SC-283, no km 59,200, em Seara, a via está totalmente interditada. O Rio Aririnha subiu e não há previsão de liberação.

Em Xavantina, na SC-155, a rodovia está totalmente interditada no km 99 por deslizamente de terra. Na SC-157, no km 89, o trânsito está em meia pista pelo desmoronamento barranco. O trecho fica no município Coronel Freitas.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o trânsito na BR-282 em Nova Itaberaba, trecho afetado no Oeste catarinense, foi liberado ainda na noite de terça.

 
Van escolar foi arrastada pela correnteza em Concórdia (Foto: Sandro Devens/Atual FM)
 
Fortes chuvas
Pelo menos 2.870 pessoas foram afetadas pelas fortes chuvas que atingiram o estado na terça-feira (14), segundo a Defesa Civil de Santa Catarina. Até 19h, 45 municípios haviam informado estragos, dos quais 10 haviam decretado situação de emergência. "A situação pode se agravar porque os rios estão cheios. Estamos em alerta", disse o governador Raimundo Colombo, durante a tarde.

Ao menos oito pessoas ficaram feridas e outras duas morreram em decorrência das chuvas. Uma mulher foi arastada pela correnteza em Coronel Freitas, no Oeste, e um jovem de 19 anos foi atingido por uma descarga elétrica causada por um raio em São Joaquim, na Serra.

De acordo com o último boletim divulgado pela Defesa civil, 40 pessoas ficaram desabrigadas e 24 desalojadas. Os números estão sendo encaminhados pelos municípios ao órgão estadual.

Em relação aos prejuízos materiais, 880 casas e duas empresas ficaram danificadas ou detsruídas. Também houve 20 infraestruturas e instalações públicas atingidas ou danificadas e 16 infraestruturas danificadas ou completamente destruídas.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Superiores e inferiores

A autoridade é uma delegação de que terá de prestar contas àquele que se ache dela investido. Não julgueis que lhe seja ela conferida para lhe proporcionar o vão prazer de mandar, nem, conforme o...

 
 
 
 
Sitevip Internet