Notícias / Educação

04/03/16 às 19:59

Os 5 erros mais comuns de quem vai prestar um concurso público

Marina Fernandez

AGUA BOA NEWS

Imprimir Enviar para um amigo
Saídas para quem está desempregado ou procura uma nova oportunidade de emprego, os concursos públicos estão cada vez mais disputados. Para que você tenha mais chances de ser aprovado, separamos 5 erros mais comuns de quem vai prestar as provas que devem ser evitados. Confira!

Ritmo de estudos

Muitos concurseiros deixam para estudar no mês que antecede a prova. Mesmo antes de sair o edital e mais informações sobre as avaliações, é interessante já iniciar os estudos para que não perder tempo. Quem não estabelece um ritmo de estudos, acaba ficando um pouco perdido, cansado e sobrecarregado. O indicado é sempre manter o equilíbrio e começar a estudar meses antes para ir absorvendo as matérias aos poucos.

Treinar

Somente ler diversos textos e apostilas pode não trazer resultados positivos. Fazer  fichamentos, exercícios e treinos para testar o seu conhecimento e se você absorveu o conteúdo estudado é muito importante. Assim, é possível fixar melhor a matéria e se preparar para quaisquer tipos de questões durante as provas.
 
Além disso, essa dica é essencial para que você consiga cronometrar o tempo em que consegue resolver os problemas e identificar se houve alguma evolução neste processo ao longo do tempo.

Edital

Desconhecer os editais dos concursos públicos é um dos erros mais comuns que os concurseiros cometem. Este é um documento muito importante que contém detalhes sobre o programa, o cronograma de provas e as fases do processo seletivo, além dos critérios para candidatura.
 
Muitas pessoas, principalmente as que já participaram de concursos anteriores, deixam de ler os editais por pensarem que todos são iguais. Porém, isso não é verdade, todos têm suas especificidades, ainda mais quando se trata de cargos diferentes.

Banca

Verificar quais são os avaliadores do concurso é uma dica para não cometer erros durante os estudos e a realização das provas. Alguns integrantes da banca julgam o texto da lei, enquanto outros se restringem às doutrinas ou levam em consideração a jurisprudência.
 
Existem concursos que contêm provas orais. Quando não se conhece o perfil do avaliador, os concurseiros ficam mais suscetíveis a cometer erros. Alguns, por exemplo, incluem até mesmo perguntas sobre pesquisas de mestrado e doutorado.

Medo

Na internet, é possível encontrar fóruns e grupos de discussões sobre os concursos públicos. Os participantes compartilham e trocam suas experiências, entretanto, esta é uma maneira de alimentar a ansiedade que permeia a prova, tirando a segurança e a concentração dos concorrentes. Pessoas mal-intencionadas podem utilizar esse espaço para desmotivar os demais inscritos. Portanto, tente sempre manter o foco e a concentração nos estudos e, o mais importante, continue acreditando nos seus esforços.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Espada de são jorge, pimenta, ferradura...

Para quem não conhece como funcionam as energias, pode ser pego de surpresa por alguns acontecimentos, afinal não é porque não acreditemos em certas coisas que elas não...

 

Enquete

Quem você gostaria que fosse o próximo presidente do Brasil

 
 
 
Sitevip Internet