Notícias / Agricultura

26/01/16 às 09:05

Acrismat consegue junto a Conab a realização de leilão de milho para suinocultores de MT

A venda atende pedido da Acrismat; 150 mil toneladas de grãos serão leiloados

Ícone Assessoria de Imprensa

ÁGUA BOA NEWS

Imprimir Enviar para um amigo
A Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat) conseguiu junto a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a realização de dois leilões de milho para os suinocultores de Mato Grosso. Por meio eletrônico, serão leiloados um total de 150 mil toneladas em grãos no dia 1º de fevereiro. A previsão para o início de lances é de 09h – no horário de Brasília.

A oferta atendeu a um ofício entregue na última terça-feira (19.01) a Conab pela Acrismat. Isto porque a categoria estava preocupada com a falta do cereal no mercado interno de Mato Grosso e também com a possibilidade do grão ser escoada para outras regiões – inclusive para o exterior.

Poderão participar dos leilões, os avicultores, suinocultores, bovinocultores de leite e de corte, cooperativas de criadores de aves, suínos e bovinos de leite e de corte, indústria de ração para avicultura, suinocultura e bovinocultura e indústria de insumo para ração animal.

Segundo o presidente da Acrismat, Raulino Teixeira, a realização dos leilões tem vital importância para os suinocultores ao passo que o mercado está desabastecido.

“Esse é o papel da Acrismat. Lutar pela categoria e apesar dos leilões não serem apenas para suinocultores, que precisam de 60 mil toneladas, já se cria uma situação positiva para o produtor poder renovar seus estoques”, disse o presidente.

O leilão também atende a outra preocupação que é a inviabilidade da criação de suínos caso o preço do milho suba. O quilo do suíno vivo está sendo comercializado, em média, por R$ 3,30. Sendo que o custo de produção chega a R$ 2,90. E com uma possível elevação no valor do milho - segundo Imea o cereal está custando em média nesta última semana R$ 20,56 - haverá uma pressão sobre o preço, tornando as margens de lucro menores.

“Essa é uma oportunidade para que seja feita a compra de milho com um bom preço e assim a carne suína produzida aqui fique mais competitiva no mercado nacional”, ressalta Raulino.

O presidente ainda alerta o produtor para que esteja com toda sua documentação em dia para participar dos leilões.

Já o diretor executivo da Acrismat, Custódio Rodrigues, lembra que Mato Grosso está entre os cinco maiores produtores da carne suína do país. Hoje são criadas 130 mil matrizes suínas, com a tendência de alcançar a marca de 200 mil nos próximos anos.

A data limite para o pagamento do lance é de 10 de fevereiro e o produto poderá ser retirado após a emissão da nota fiscal.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet